Meio Bit » Áudio e vídeo » Banda lança primeiro clipe do Brasil em 60 fps no YouTube

Banda lança primeiro clipe do Brasil em 60 fps no YouTube

Banda paulista Depois do Fim sai na frente e aproveita a novidade do YouTube, lançando o primeiro vídeo do país em 60 frames por segundo

6 anos atrás

depois-do-fim-60-fps

Sejamos sinceros: embora todo mundo adore ver um game rodando a estonteantes 60 frames por segundo, um frame rate mais alto do que 24 fps no cinema já se torna algo estranho, uma fluidez incômoda devido ao nosso cérebro e olhos interpretarem uma taxa de sucessão de quadros até 10 fps como imagens paradas.

Acima disso já é entendido como movimento, o cinema tradicional nos é familiar quando na verdade corre em câmera lenta, comparado à reprodução normal de vídeo em 30 fps. Quando O Hobbit chegou todo mundo estranhou, seus 48 fps davam uma sensação de algo errado.

Agora o YouTube inseriu uma nova opção de reprodução de vídeos em 60 fps, algo que para games é excelente, mas e para filmagens? É o que uma banda de rock daqui pagou para ver.

A banda paulista Depois do Fim lançou recentemente no YouTube o clipe da música Sem Temer, que até onde se sabe é o primeiro vídeo filmado e subido para o serviço que conta com a opção de reprodução em 720p a 60 frames por segundo. A ideia partiu da diretora Renata Ottoni, que conta que a princípio fariam tomadas em 60 fps para realizar efeitos em câmera lenta. Porém, ao ouvir sobre o futuro lançamento do recurso resolveram gravar o vídeo inteiro num frame rate alto, o que permitiu que a banda saísse na frente ao abraçar a novidade.

Dê um play, configure para 60 fps e curta.

Depois do Fim - "Sem temer" (Official video)

Comentários sobre a música à parte, devo dizer que ver o vídeo me causou certo estranhamento. Veja bem, eu adoro jogar em 60 fps, mas ver pessoas em movimento com uma fluidez tão grande é algo com o que não estou habituado. Parece que algo está fora do prumo. Porém é uma realidade com que nós teremos que nos acostumar: cada vez mais pessoas subirão vídeos em frame rate alto para o YouTube (independente de quanta banda consuma ou quanto demore o upload), mais pessoas vão querer ver e com o tempo talvez isso nem incomode mais.

De qualquer forma, fica a nota de como a equipe de produção da banda foi rápida ao perceber uma nova funcionalidade do YouTube que poderia ser utilizada a seu favor, atraindo a atenção para si.

Fonte: um tuinto do Jonny Ken.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários