Meio Bit » Hardware » Apple está prestes a comprar a Beats Electronics por US$ 3,2 bilhões

Apple está prestes a comprar a Beats Electronics por US$ 3,2 bilhões

Fontes apontam que aquisição da Beats, empresa de Dr. Dre pela Apple é quase certa; CEO Jimmy Iovine negocia se tornar conselheiro criativo de Tim Cook

6 anos atrás

beats by apple

De acordo com vários veículos de mídia, a Apple já estaria a um passo de realizar sua maior aquisição: a Beats Electronics, empresa de Dr. Dre famosa pelos caríssimos fones de ouvido e que recentemente lançou o serviço de streaming premium Beats Audio passaria a ser mais uma companhia a integrar o portfólio de Cupertino, que pela primeira vez teria gastado uma fábula: cerca de 3,2 bilhões de dólares.

O primeiro veículo a soltar a notícia foi o Financial Times (sorry, apenas para assinantes) seguido por outros como Business Insider, New York Times, Bloomberg e Wall Street Journal. De acordo com as fontes, o negócio já está praticamente fechado e o anúncio oficial pode sair já na próxima semana. Através de uma postagem no Facebook do ator Tyrese Gibson em uma comemoração regada a muito álcool, Dre meio que confirmou o negócio ao se referir como "o primeiro bilionário da costa oeste". Já aviso, número elevado de palavrões por segundo

Obviamente que o está chamando a atenção é que pela primeira vez na história a Apple estaria disposta a gastar muita grana para adquirir uma empresa, o que não é de seu feitio. Por outro lado a Beats não é uma empresa pequena ou uma startup de tecnologia: a marca alcançou certo prestígio através da grife Beats By Dr. Dre de fones de ouvido ditos excelente e bem caros, que a Apple sempre vendeu em suas Retail Stores. A empresa vem realizando há algum tempo um esforço em aumentar seu alcance, ligando sua marca a smartphones e tablets como parcerias recentes com a HP e principalmente HTC mostraram anteriormente. O problema para Dre e o CEO e co-fundador da Beats, o produtor musical Jimmy Iovine é que a aquisição de 51% de suas ações pela HTC como forma de se expandir não foi um bom negócio, resultando na recompra dos papéis.

Isso posto a Apple não estaria comprando apenas uma fabricante de fones, ela está adquirindo uma marca já prestigiada. A qualidade de seus dispositivos de áudio seria inevitavelmente ligada com exclusividade aos iGadgets, que passariam a desfrutar de sistemas de áudio melhores e exclusivos: muito provavelmente aparelhos como o Slate 7 não mais serão vistos com sua tecnologia embarcada, embora acredito que os fones ainda serão comercializados com a marca Beats, sendo difícil ela ser eliminada de vez. Além disso, com o Beats Audio a Apple adquire um produto com um nome de peso e forte o bastante para concorrer com o Spotify, a despeito de não oferecer uma modalidade gratuita (além de um período de testes de sete dias) para ouvintes já que Dre não quis fazer caridade.

Com a aquisição a Apple também pode ganhar em outra frente: Iovine, executivo e produtor musical renomado estaria negociando diretamente com o CEO da Apple Tim Cook para se tornar seu conselheiro especial, especificamente para questões criativas. Considerando que ele é chairmain da Insterscope Geffen A&M, selo da Universal que possui artistas como Lady Gaga, Eminem e Fergie, dificilmente Cook desconsideraria essa oportunidade de ouro.

Fonte: BI.

relacionados


Comentários