Meio Bit » Áudio e vídeo » Código do Android 4.4.3 revela novos Nexus, incluindo um set-top box

Código do Android 4.4.3 revela novos Nexus, incluindo um set-top box

Referências no changelog do Android 4.4.3 KitKar apontam para dois novos aparelhos Nexus fabricados pela HTC, um deles podendo ser a tal Android TV

12/05/2014 às 12:30

android-tv

É sempre assim: toda vez que o Google apresenta uma nova atualização do Android, seja uma nova versão ou correções de bugs a turma de fuçadores revira o código de ponta a ponta, em busca de novas funcionalidades ou mas raro, referências para futuros lançamentos. Com o 4.4.3 KitKat, correção prevista para breve (não se sabe se antes ou depois do Google I/O entretanto) não foi diferente. Há alguns dias o changelog vazou, revelando todas as novidades que o sistema terá. Embora ele tenha sido rapidamente retirado do ar, uma cópia está disponível na íntegra no Github.

A atualização em sua maioria trata diversos bugs presentes no Android 4.4.2, entretanto algumas linhas dão indícios que a HTC pode finalmente voltar a trabalhar com a linha Nexus não em um, mas em dois aparelhos. O curioso nessa história é que pelas informações reveladas um deles é um… set-top box.

A principal evidência de que se tratam de aparelhos Nexus são os codinomes utilizados: o Google tem tradição em nomear seus protótipos como animais marinhos, vide o Nexus 5 que era conhecido como “Hammerhead”, ou tubarão-cabeça-de-martelo. O primeiro dispositivo foi chamado de "flounder", que nada mais é do que o linguado. Ele poderia ser um smartphone mas há grande possibilidade de que se trate do suposto Nexus 8, o tablet que viria a substituir o Nexus 7. Segundo informes o Google está mudando de fabricante de tablets, dispensando a ASUS pelo fato de que seus aparelhos não estão vendendo tanto quanto deveriam já que concorrem com o Kindle Fire HD e o iPad mini Retina, que está massacrando ambos (ele está até mesmo comendo boa parte do market share do iPad Air, mas divago). A menção ao flounder está entre as linhas 238 e 245:

project device/htc/flounder/
f6f0fe7 flounder: fix KGDB port
d9a03bc flounder: take out conservative cpufreq governor a.o. extraneous stuff
091c1c1 flounder: add Power HAL

project device/htc/flounder-kernel/
6090a06 flounder: update kernel prebuilt

Já a referência ao “molly” (ou molinésia), que é um nome comum dado a peixes do gênero Poecilia, da família Poecilidae (o barrigudinho, aquele peixinho de aquário pertence a esse gênero) é mais intrigante. Isso porque o changelog o referencia diretamente como "SET_TOP_BOX". No mês passado o The Verge apurou um movimento do Google em novamente tentar se acomodar na sala de estar, buscando sucesso onde o Google TV e o Nexus Q falharam miseravelmente. A diferença não é apenas semântica, ao invés de tentar ser um ambiente computacional como o Google TV era, a Android TV será uma plataforma de entretenimento, com produtoras criando conteúdo exclusivo para ela. O set-top box dedicado seria mais simples e obviamente mais barato do que o Nexus Q, visando bater de frente com Apple TV, Roku e fireTV. O estranho é que ele seria bem similar ao próprio Chromecast. As referências estão entre as linhas 214 e 225:

project device/google/molly/
60f0dd6 molly: keystore: add keystore hal
1dcb7b7 molly: correcting too wide permissions for certain devnodes
eadd23b molly: set permissions for nvhost-msenc
c554447 [molly][drm] Implement rules for Discretix module
787e5e7 Fix the file permission for mbtchar0
fe0c51a Update releasetools.py to support separate prod and test key bootloaders
e610c57 Set BT minor code to SET_TOP_BOX instead of HIFI.
5d64459 molly: Do not init p2p for wlan0 interface
c0626ba Disable throughput hinting for gpu frequency scaler.

O mais provável é que ambos dispositivos sejam apresentados ao públicos durante a conferência Google I/O, que será realizada no próximo mês. Se por um lado uma nova linha de tablets já era esperada, o Google conseguiria emplacar um set-top box num cenário onde Apple, Roku e Amazon estão brigando com seus aparelhos baratos (e que a Apple finalmente percebeu que esse ramo dá lucro)? Concorrência é sempre bom, mas eu tenho a impressão que já tem gente demais nesse ringue e ninguém conseguiu de fato integrar TV e mobile organicamente. Ainda é algo para geeks, mesmo Smart TVs não são suficientemente atraentes para o espectador comum que só quer assistir à novela ou o futebol. Se o box do Google representar algo mais do que Apple TV e Roku e se aproximar mais do fire TV, permitindo não só assistir filmes e série como também jogar é possível que o produto evolua mais e conquiste mais usuários, o que seria muito bom.

Claro, é importante ver que o acordo com a HTC pode ser muito vantajoso para a fabricante de Taiwan, fora do programa desde o aparelho inicial Nexus One. Ainda que ela esteja mandando bem com seus dois últimos tops de linha, é fato que a empresa dá ponto de audiência no Android e não tem estado bem das pernas ultimamente. Dois dispositivos Nexus pode ser a tração que a fabricante precisa para sair da crise, aumentar seus lucros e voltar a brigar com mais dispositivos de qualidade no mercado.

O único porém é que nós ficaremos de fora da brincadeira, já que a HTC não mais atua no Brasil.

Fonte: GOM.

relacionados


Comentários