Meio Bit » Games » Caso seja eleito CEO da Microsoft, Stephen Elop pode acabar com o Bing e vender a divisão Xbox

Caso seja eleito CEO da Microsoft, Stephen Elop pode acabar com o Bing e vender a divisão Xbox

Ex-CEO da Nokia também estaria propenso a abrir mão do mercado de PCs e manter o foco em software, com versões robustas do Office para SOs concorrentes

7 anos atrás

Caso se torne CEO, Stephen Elop pode tocar o terror na Microsoft

Enquanto todo mundo tenta imaginar quem será o próximo CEO da Microsoft após a partida de Steve Ballmer, fontes internas da empresa apontam que Stephen Elop, ex-Nokia e atual VP de dispositivos já estaria se adiantando caso seja nomeado. Segundo apurado pela Bloomberg, o executivo considera que algumas medidas precisam ser tomadas para aumentar a lucratividade da empresa, todas elas bem polêmicas.

Basicamente, Elop acreditaria que a Microsoft deveria voltar à sua política de pensar exclusivamente software, não hardware. Para isso, uma das alternativas seria focar no desenvolvimento de programas populares para diversas plataformas, inclusive para Macs. Para ele a Microsoft não deveria se apoiar no Office para PCs, mercado esse que está ficando cada vez menor. Ele defende inclusive que a suite de aplicativos seja ainda mais flexibilizada, permitindo que sistemas concorrentes como os da Google e da Apple tenham acesso mais amplo à ela. Com isso ele está indo na contra-mão da atual posição de Redmond que o usa para promover o Surface e o Windows Phone, o que poderia levar a versões robustas do Office para iOS e Android.

Sobre o Bing, para Elop a Microsoft gasta muito esforço para concorrer com o Google, e mesmo que ele não seja um serviço ruim, para ele essa é uma batalha perdida. Para o executivo uma alternativa seria encerrar o motor de busca ou vendê-lo para aumentar os lucros.

E por falar em lucros, com o mesmo argumento de aliviar o caixa da Microsoft Stephen Elop estaria considerando que a divisão Xbox tal como o Bing não seria essencial para o desenvolvimento da empresa, o que pode significar que ele pretenda vendê-lo. No caso de uma negociação do Bing e do Xbox, a Microsoft poderia aumentar seus ganhos para o ano fiscal de 2015 em até 40%.

Elop é conhecido por adotar o uso de remédios amargos para manter as contas ou definir novos focos: foi durante sua gestão que a Nokia cortou 40 mil empregos e aniquilou o Symbian, e no fim os lucros da empresa aumentaram 50%. Se bem que muitos dizem que o fato de eliminar seu sistema próprio em prol do WP8 foi uma estratégia para facilitar a aquisição pela Microsoft e seu retorno para casa. O market share do WP8 tem subido bastante principalmente pela associação à Nokia, o que pode depor a favor pela escolha de Elop como o próximo CEO.

Ainda que eu ache o Bing um motor muito bom, não dá para compará-lo com o Google, por isso é até compreensível abrir mão dele. Já vender a divisão Xbox é questionável: com a empresa prestes a lançar o Xbox One, abrir mão dela seria muito precipitado e além do mais, que empresa a compraria?

Fonte: Bloomberg.

relacionados


Comentários