Meio Bit » Ciência » Ratos com danos na medula recuperam movimentos com estímulos elétricos diretamente no cérebro

Ratos com danos na medula recuperam movimentos com estímulos elétricos diretamente no cérebro

Experimento da Universidade de Zurique consegue fazer com que ratos parcialmente paralisados voltem a andar quase que normalmente, técnica "dribla" lesões

7 anos atrás

lab-rat

Uma pesquisa conduzida por um time de neurocientistas da Universidade de Zurique conseguiu resultados animadores relativos aos estudos de recuperação de pacientes que sofrem de algum tipo de paralisia motora e outros problemas relacionados: ratos (que não são tão fofinhos como beagles, por isso ninguém foi lá libertá-los) com lesões na medula espinhal recuperaram parte dos movimentos das patas ao receberem estímulos elétricos diretamente numa parte bem específica do cérebro.

O experimento conduzido pela equipe do dr. Lukas Bachmann consistia em aplicar pequenas descargas elétricas na região locomotora mesencefálica, uma estrutura interna bastante primitiva do cérebro e comum a diversas espécies, inclusive a nossa. Ao estimular um grupo de neurônios dessa região, a atividade recuperada permitiu que os simpáticos ratinhos portadores de lesões graves voltassem a caminhar quase que normalmente. Justiça seja feita, os ratos possuíam até 80% de perda de movimentos, e testes em cobaias com os membros posteriores paralisados não tiveram sua capacidade de caminhar restaurada, mas foi percebida uma recuperação de movimentos na água, além de uma melhoria nos movimentos dos membros anteriores. O estudo foi publicado na Science.

Claro que a pesquisa está longe de uma cura milagrosa como os sites de notícias adoram divulgar, ainda assim ela é mais um passo importante nos estudos que visam devolver os movimentos para pessoas paralisadas, além de representar uma nova forma de tratamento de doenças como o Mal de Parkinson. Claro que a pesquisa ainda está no início, mas seus resultados até então já são impressionantes, pois o estudo driblou a necessidade de restaurar o caminho entre o cérebro e membro paralisado, interrompido devido a lesão.

Fonte: PopSci.

relacionados


Comentários