Meio Bit » Hardware » Oppo N1, primeiro aparelho a vir com CyanogenMod de fábrica chega dia 10 nos EUA e Europa

Oppo N1, primeiro aparelho a vir com CyanogenMod de fábrica chega dia 10 nos EUA e Europa

Foblet de 5,9" com câmera giratória é o primeiro a sair de fábrica com o CyanogenMod instalado: Oppo N1 será lançado simultaneamente nos EUA e Europa

7 anos atrás

oppo-n1-001

Quando a Cyanogen anunciou sua conversão em fork do Android, ela definiu seu plano de expansão em duas frentes. A primeira era disponibilizar um app que facilite a instalação do sistema em dispositivos objetivo alcançado com o CyanogenMod Installer, algo que o Google não gostou nem um pouco e rapidinho chutou o app de sua loja.

A outra proposta seria fechar parceria com uma fabricante de smartphones, de modo a disponibilizar o CyanogenMod de fábrica. O único problema seria encontrar uma fabricante disposta a trabalhar com um fork e abrir mão do Android, já que o Google não permite esse flerte. No fim das contas a Oppo, uma empresa chinesa que entrou no mercado de smartphones recentemente assumiu a bronca. Ela colocou no mercado nove aparelhos com o sistema do robozinho até o momento em que chutou o pau da barraca e apresentou o N1, um foblet de 5,9 polegadas equipado com um fork próprio baseado no Android 4.2 Jelly Bean, chamado ColorOS. Além disso a empresa disponibilizará uma versão especial com o CyanogenMod.

O aparelho chamou muito a atenção por possuir um sensor touch na traseira do aparelho (algo como o PS Vita) e uma câmera de 13 megapixels com abertura de f/2,0 giratória, construída com 67 componentes e que pode ser utilizada tanto na forma normal como uma câmera traseira, já que pode ser rotacionada em até 206 graus. Ela foi desenvolvida em conjunto com a Fujitsu e possui sensor CMOS, estabilizador de imagens e passou por um teste de resistência, onde foi manuseada mais de 100 mil vezes, o que em tese significa que ela pode ser girada até 40 vezes por dia durante sete anos, sem quebrar.

oppo-n1-002

Especificações:

  • Soc Qualcomm Snapdragon 600, quad-core com clock de 1,7 GHz e GPU Adreno 320;
  • 2 GB de RAM;
  • display IPS de 5,9" com Gorilla Glass 3 e resolução Full HD (337 ppi);
  • 16 ou 32 GB de armazenamento interno não expansível;
  • painel traseiro O-Touch de 12 cm² que permite scroll, seleção de itens e controle de câmera;
  • câmera giratória de 13 megapixels com seis lentes e abertura f/2.0, sensor CMOS, estabilizador de imagens, Flash Dual LED e ISP dedicado;
  • redes 3G, GPS, Wi-Fi, Bluetooth 4.0 e NFC - o Snapdragon 600 não suporta 4G/LTE;
  • bateria de 3.610 mAh;
  • ColorOS (baseado no Android 4.2) ou CyanogenMod.

Disponível na China desde setembro, ambas as versões do Oppo N1 serão lançadas nos Estados Unidos e Europa no dia 10 de dezembro, custando respectivamente US$ 599 e € 449. Ainda não há previsão de quando chegará no Brasil, se vier a ser lançado por aqui. Porém é um aparelho com configurações interessantes e tem o mérito de ser o primeiro com o sistema alternativo já de fábrica.

Fonte: TNW.

relacionados


Comentários