Meio Bit » Software » Microsoft divulga preços de versões completas do Windows 8.1 no Brasil

Microsoft divulga preços de versões completas do Windows 8.1 no Brasil

Microsoft Brasil mantém a tradição; preços das versões completas do Windows 8.1 são bem altos

10/10/2013 às 15:00

windows-8-1-pro-full-box

Dito e feito: quando a Microsoft resolveu voltar atrás e vender o Windows completo tanto na versão física quanto digital, era de se esperar que os preços praticados no Brasil não seriam nada modestos. Ontem a Microsoft BR divulgou os valores oficiais e, desnecessário dizer, é bom se sentar:

A partir da próxima sexta-feira, dia 18 de outubro o Windows 8.1 estará disponível tanto no site da Microsoft quanto na rede varejista. Já os preços seguem o padrão Microsoft Brasil: a versão Home custará R$ 410 e a Pro, R$ 699, lembrando que nos Estados Unidos ambas saem por US$ 119 e US$ 199, respectivamente. Em comparação às versões de atualização do Windows 8 lançadas aqui no ano passado por R$ 359 e R$ 610, pode-se dizer que os preços voltaram ao padrão normal; quem acompanha os preços das versões do Windows por aqui desde sempre sabe bem disso.

Quem possui o Windows 8 poderá atualizar de graça, donos de Windows 7 poderão atualizar mas serão obrigados a instalar todos os seus programas de novo, inclusive o Office (só documentos serão mantidos). Já quem utiliza versões anteriores será obrigado a fazer uma instalação limpa e serão obrigados a comprar a versão física. Já assinantes MSDN ou Technet podem baixar a ISO da versão RTM do Windows 8.1 gratuitamente desde o mês passado, e apesar de se tratar de uma versão "quase final", a Microsoft afirmou que modificações podem ser feitas no sistema até a data final de lançamento.

Como acabei adquirindo o Windows 8 durante a promoção de lançamento não vou pagar nada pelo 8.1, mas ainda assim é uma facada e tanto para quem pretende ter a caixinha (oi Laguna!). O forte da Microsoft em lucros sempre foi o Office, já passou da hora dela reduzir o valor do SO consideravelmente até para combater a pirataria.

Fonte: Microsoft.

relacionados


Comentários