Meio Bit » Mobile » Microsoft Tag (quem?) deixará de existir em 2015

Microsoft Tag (quem?) deixará de existir em 2015

Microsoft Tag, versão vitaminada do QR Code de Redmond será descontinuado em 2015, após não ser utilizado por quase ninguém

19/08/2013 às 9:58

microsoft-tag-rip

Na maioria das vezes inovar é, como dizia Vicente Matheus, uma faca de dois legumes. Há duas possibilidades: ou você acerta no alvo vira referência, ou você chega na festa tão cedo que acaba arrumando o salão para os outros.

A Microsoft já provou desse gostinho com o Microsoft Reader: lançado em 2000 e pensado para o uso com os tablets da HP, o formato era maleável o bastante para permitir anotações, desenhos e similares. Entretanto formato sem conteúdo não vale de nada. Não havia acervo, a Amazon se sentiu confortável o bastante para ao lançar o Kindle criar um formato proprietário e converter sua base. A Apple fez o mesmo com o iBooks. No fim a Microsoft jogou a toalha e matou o formato.

A Microsoft Tag sofreu com isso também: prometido como uma evolução do QR Code (que muita gente questiona a utilidade, algo que nós aqui já dissemos discordar, mais de uma vez), o padrão permitia não apenas criar um link, mas a Tag era associada a um banco de dados, o que permitia ao criador monitorar suas estatísticas e até mesmo a alteração de seu conteúdo sem que ela precisasse ser refeita.

Novamente o formato não agradou. Sem massa crítica e apoio, mesmo sendo tecnicamente superior ao QR Code ninguém além de entusiastas e evangelistas da Microsoft a usavam. Agora veio a notícia óbvia: a Microsoft vai descontinuar o serviço em 19 de agosto de 2015. A meia dúzia de usuários que ainda o utiliza poderá migrar para o Scanbuy, que continuará a dar suporte.

No fim das contas, num mundo onde questionam a existência do QR Code, uma versão turbinada dele sem usuários não poderia ter outro destino.

Fonte: Engadget.

relacionados


Comentários