Meio Bit » Hardware » Microsoft está testando o Kinect para incluir controle por gestos no Windows

Microsoft está testando o Kinect para incluir controle por gestos no Windows

Só faltam os pre-cogs: Microsoft que está testando controle por gestos no Windows via Kinect

7 anos atrás

minority-report

Demorou quase quatro anos, mas parece que finalmente a Microsoft resolveu botar a mão na massa e testar uma interface que permita que nós controlemos o Windows por gestos utilizando o Kinect.

Foram dois anos desde o lançamento do SDK para PC (três se considerarmos o lançamento do original para Xbox 360)e de lá para cá o aparelho tem sido utilizado das mais diferentes formas, trazendo os hacks mais incríveis, bizarros e inusitados, basta seguir a tag para se ter uma ideia. O Microsoft Research, laboratório onde se originou o periférico também conduz pesquisas com ele, e uma delas revelada agora consiste no Kinect instalado sobre um desktop, de modo a captar movimentos do usuário sobre o teclado e mouse, permitindo (com algumas falhas) controlar o sistema operacional com gestos.

kinect

Apesar disso a Microsoft não quer nada perto do mostrado no filme. Segundo o principal pesquisador Abigail Sellen , "gestos são casuais, não precisos. Uma superfície touch é precisa, um mouse também. Nós não precisamos fazer o mesmo com gestos".

Faz um certo sentido, até porque a Microsoft vende teclados e mouses, mas ela tem razão ao dizer que gestos corporais tendem a ser casuais e vagos, e uma tela ou um mouse são muito mais precisos. A ideia da Microsoft é que o Kinect seja um complemento, algo que curiosamente vai de encontro  à opinião do diretor da incubadora da Microsoft que deu à luz o Kinect, o brasileiro Alex Kipman: em entrevista ele chegou a declarar que seu desejo era que o acessório matasse o mouse de vez.

Não que opções não estejam disponíveis: já vimos hacks que permitem um controle apurado do Windows, até mesmo o Leap Motion é bom nisso e Elon Musk resolveu brincar de Tony Stark com ele, com sucesso. Pode ser que demore para a opção chegar de forma oficial ao usuário final, mas eu acredito que é possível ser sim preciso com gestos. Nada como um teclado e mouse, mas algo funcional e não um complemento apenas.

Fonte: The Verge, com vídeo. 🙂

relacionados


Comentários