Meio Bit » Fotografia » [Unboxing] Explorando o belo Google Glass em seus primeiros ajustes

[Unboxing] Explorando o belo Google Glass em seus primeiros ajustes

Temos o privilégio de ter em mãos (ok, na cabeça) um Google Glass: acompanhe a experiência de um Glass Explorer ainda em New York.

16/07/2013 às 6:45

Quando a minha irmã perguntou o que era o brinquedinho que eu estava usando, ao invés de explicar, preferi mostrar o vídeo demonstrativo do Glass produzido pela Google. Após ela assistir por uns 2 minutos, olhou pra mim e perguntou: então, pra que serve? Naquele momento vi que nem a Google conseguiu explicar a concepção do Glass. A melhor maneira de explicar foi deixá-la usar o Glass e em menos de 30 segundos ela já estava maravilhada.

Realmente nem gravando video ou escrevendo conseguiria descrever o que é o Google Glass, mas tentarei relatar a minha experiência de duas semanas usando o Glass.

Como diria o poeta, vamos começar pelo começo.

Tudo deu início no dia 28 de fevereiro, último dia de terminar as inscrições para concorrer a oportunidade de ser um dos 8.000 Glass Explorers que a Google iria selecionar para testar e ajudar no projeto Glass. Para participar bastaria enviar um tweet com a #ifihadglass contando o que você faria se tivesse o Google Glass. Enviei 2 tweets – o que era permitido – e no dia 27 de março fui um dos 8.000 Glass Explorers – como somos chamados - selecionado nos EUA.

Após ser selecionado, passei a ler e acompanhar todos os blogs e reviews do Google Glass. Queria ficar “expert” deste novo brinquedinho e a cada matéria que eu lia ou assistia, aumentava ainda mais a ansiedade. Finalmente no dia 18 de junho recebi a DM com as instruções. Visto que leva +/- 1 hora para fazer o setup do seu Glass, ajustar e ensinar o manuseio, todos só poderiam buscar o Glass por meio de um agendamento. Só consegui agendar para o dia 28 de junho às 6 da tarde em New York City.

Como moro em Pittsburgh, na Pennsylvania – umas 7 horas de NY – resolvi sair no mesmo dia pela manha de carro e com as tradicionais paradas para aliviar a bexiga e fazer o refill da Coca-Cola, acabei chegando em Manhattan às 5 da tarde.

O local para buscar o Glass não era no mesmo prédio da Google em NY e sim no prédio em frente no oitavo andar do New York City's Chelsea Market na nona avenida com 14 Street, um lugar perfeito e lindo para ser o headquarters do Google Glass em NY.

Eu já tinha feito a lição de casa todo este tempo para este grande dia. Tinha comprado o HTC One e com dores no coração deixando meu iPhone 5 de lado e instalado o app MyGlass no Android. Já sabia como ligar, como tirar foto, como manusear devido a todo o treinamento que tive nos últimos 2 meses assistindo vídeos e lendo diversos reviews. Mas confesso que nada disso adiantou e explico em breve.

Quando você sai do elevador no oitavo andar é recebido por duas recepcionistas que usam o Glass – of course - e estampam em seus rostos aquele sorriso de estar trabalhando no melhor emprego do mundo. Após uma breve conversa e apresentarmos – eu e minha esposa – uma identidade, recebemos os crachás e aguardamos a nossa vez. A cada pessoa que chegava e dizia de onde veio e o que fazia, parecia que já nos conhecíamos por estarmos lá com o mesmo objetivo. Para quebrar o gelo também é oferecido para você, bebidas como champagne, cerveja ou uma simples água.

Até que chega o momento tão aguardado. Uma moça nos atende e nem recordo o nome dela. Também conversa de modo agradável para que a nossa experiência seja a melhor possível. Após uma breve conversa e apresentações ela pergunta qual a cor que escolhi e se gostaria de mudar. Uma coisa é escolher pelo site, outra coisa é testar cada um na frente do espelho e fazer a escolha final. Minha escolha inicial era o modelo charcoal, uma espécie de cinza escuro e fui convencido pela minha esposa que o Shale – cinza claro – ficaria melhor no meu rosto.

As 5 cores do Google Glass

As 5 cores do Google Glass

Após você fazer a escolha final, você senta entre biombos que separam você com uma boa distância de outros Glass Explorers e finalmente vem o momento tão aguardado por todos que participaram na promoção. A atendente traz uma bela caixa branca e coloca em suas mãos e fica aguardando a minha reação com um sorriso de quem gosta de ver uma criança ganhando um presente. Abro a caixa com o mesmo cuidado quando abro meus outros gadgets e sim pode me chamar de freak. Um papel de seda branco meio transparente tenta esconder ou dar um suspense maior. Quero apreciar a cada segundo daquele momento que me preparei por uns 2 ou 3 meses. Naquele momento já não penso se foi uma boa idéia ter comprado, se valerá a pena. A única coisa que passa na minha mente se conseguirei tirar o papel sem amassar. Depois de um tapa da minha esposa dizendo num português bem claro: amorzinho, é apenas um freak paper, tira logo isto antes que eu rasgue na frente dela.

Google Glass Box

Google Glass Box

Papel de seda

Papel de seda

Google Glass

Google Glass

Pronto papel de seda tirado com todo cuidado e lá está a minha criança. Pedindo de braços abertos para pegá-la e colocá-la no meu rosto. Enquanto isto a atendente só se divertia com a minha reação. Neste momento ela pede com toda educação para pegar o Glass e poder fazer o ajuste perfeito para poder tirar o melhor proveito dele. E quando disse em ajuste perfeito eu não estou brincando. Ela manuseava e entortava a armação quase dando uma volta 360 graus entre as duas hastes. Ela vendo meu apavoro de quem pensava “ela vai quebrar” explicava que a armação era feito de titânio e não deveria me preocupar. E ela não sossegou enquanto não achasse o setting perfeito para meu rosto. Depois de várias tentativas chegamos a um consenso e estava preparado para a próxima fase que seria configurar o Glass.

Por ser uma entrega personalizada e com hora marcada, o Glass já vem com a bateria carregada e a configuração é mais “ridícula” do que você possa imaginar.

O primeiro passo é baixar o app MyGlass no HTC One – o que eu já tinha feito um mês atrás – e acionar o que irá gerar um QR code. Com o Glass ligado sem precisar fazer nenhum comando, basta olhar no QR e zip zum paralimpimpum e ele está configurado com a sua conta do Google. Imediatamente aparece a sua foto e precisamos apenas fazer algumas configurações finais, mas não necessárias. Em menos de 2 minutos, eu já estava brincando ou melhor tentando brincar pois todo aquele conhecimento que estudei e citei no início foi pelo glass abaixo. Graças à paciência e o bom humor da atendente, em 5 minutos eu já estava entendendo o conceito de deslizar o dedo pra frente, para trás e para baixo.

Os passos para aquela configuração não-tão-necessária que citei, ela usou para eu estar mais familiarizado com o Glass e passarei abaixo para vocês também entenderem o conceito.

Para vocês acompanharem o processo, utilizarei as imagens geradas pelo screencast do app MyGlass. Tudo o que vejo no Glass pode ser visto na tela do meu HTC One.

Primeiro ao colocar o Glass aparece o relógio com o “Ok, Glass” e sempre que você ver o relógio basta falar “Ok, Glass” que irá aparecer um menu com todas as opções que o Glass pode fazer respondendo ao seu comando de voz. Só que isto irei explicar depois. Primeiro vamos ver como faz a configuração.

Quando aparecer o relógio deslize o dedo na haste direita do Glass para trás. Cada vez que você deslizar o dedo aparecerão vários cartões que geralmente você vê no Google Now como temperaturas, distância e tempo do seu trabalho até a sua casa, restaurantes ao seu redor, etc. A última opção e a que queremos é onde aparece Settings.

Settings do Google Glass

Settings do Google Glass

Para acionar o Settings basta dar um leve toque com o dedo na haste. Lá aparecerá se você está ou não conectado no Wi-Fi. Caso haja alguma conexão disponível por perto, basta você conectar pelo seu smartphone Android/iOS e o Glass estará conectado automaticamente.

Wifi Conectado no Glass

Wifi Conectado no Glass

Deslize seu dedo para frente e o Glass mostrará se você está conectado na internet via Bluetooth do seu smartphone. Para poder receber e fazer chamadas o Glass também precisa estar sincronizado com o seu smartphone.

Conexão do Bluetooth no Glass

Conexão do Bluetooth no Glass

Deslizando o dedo para frente, a próxima opção é a que mostra as informações do Glass. Quando recebi o Glass, a versão do sistema era XE5, mas no dia seguinte ele atualizou automaticamente para XE6 e recentemente para XE7. O espaço de armazenamento é de 12 gigabytes, o que é suficiente levando em conta que todas as fotos e vídeos são enviados para o Google+ em modo privado como backup. Assim você pode deletar as fotos e vídeos economizando espaço.

Informações do Glass

Informações do Glass

Deslizando o dedo para frente a proxima opção é Head Wake Up. Se ele estiver habilitado, bastará olhar pra cima para acionar a tela do relógio. Você pode escolher o ângulo que deseja usar para acionar o Glass. Eu deixei em 30 graus mesmo e assim não aciona o Glass a cada momento quando você faz um leve movimento com a cabeça para cima. Você pode desabilitar e, para acordar o Glass, basta um leve toque na haste.

Head Wake Up

Head Wake Up

Próxima opção ao deslizar o dedo para frente é - se desejar - habilitar On Head Detection. Basicamente é o seguinte: se ele tiver acionado, ao tirarmos o Glass da cabeça, ele desliga. Ao colocá-lo de volta, ele liga. Deste modo economizamos uma boa bateria.

On-Head Detection

On-Head Detection

Por falar em bateria este não é o forte do Glass, mas não dá para reclamar. Nos primeiros dias em que eu queria tirar foto e filmar tudo, a bateria durava menos de 2 horas. Hoje, já acostumado com o Glass, consigo algo em torno de 6 a 8 horas.

E a última opção do Settings é o modo Guest. Pensando já na possibilidade de muitos pedirem para fazer um teste e você ficar sem graça porque não quer compartilhar suas informações privadas no Glass que a Google providenciou o Modo Guest. A cada vez que eu empresto o Glass para alguém usar, coloco neste modo e assim a pessoa não tem acesso aos meus emails, às minhas fotos, etc. Ela consegue navegar normalmente, tirar fotos, filmar, pesquisar no Google e até ver direçoes no GPS.

Modo Visitante no Glass

Modo Visitante no Glass

Voltando ao oitavo andar do New York City's Chelsea Market, após a rápida explicação do Settings que a atendente me ensinou e mostrei para vocês, ela me levou à janela onde se tem uma vista da downtown de NYC e até o novo prédio do World Trade Center. Provavelmente é a paisagem da primeira foto de todos os Glass Explorers que foram em NYC para buscar o seu Glass.

Minha primeira foto tirada pelo Glass

Minha primeira foto tirada pelo Glass

Voltando ao biombo, a atendente dá as instruções finais. Ela usando o Google Pixel – e, por eu estar tão concentrado no Glass, não consegui desfrutar muito do Google Pixel que realmente é um excelente, lindo e charmoso laptop – acessa a minha conta do Google: depois de eu digitar a minha senha de 21 caracteres, ela mostra a área ou home do Glass. Tem diversas informações como quem está online, comunidade e também os apps disponíveis, basta você acionar o app pelo site e fará sync automaticamente no seu Glass.

Google Glass Home

Google Glass Home

Escolhi Google+, Google Now, NY Times, CNN, Twitter, Evernote para começar. Após isto, a atendente desconecta da minha conta no Pixel e me entrega a sacolinha preta onde temos os protetores dos olhos ou lentes se preferir: as lentes pretas polarizadas para usar durante o dia e assim aparentar ser menos estranho do que já é e as transparentes. Esta tentei usar dentro de casa ou em ambientes sem muita iluminação e parece que tem um mínimo de grau possível, pois acaba te incomodando como se não fosse 100% transparente. As pretas são muito boas para usar no sol ou ambientes com muita iluminação.

Sacola do Glass

Sacola do Glass

Lente protetora preta

Lente protetora preta

Lente protetora transparente e uma bolsinha para guardar o Glass

Lente protetora transparente e uma bolsinha para guardar o Glass

Guardo o Glass com aquele cuidado que um geek tem com os seus gadgets e minha esposa quase arranca de minha mão e guarda ela mesma devido à minha demora. 🙂 Depois de 1 hora recebendo todas as instruções, treinamentos com um tratamento VIP, é hora de se despedir. Talvez por ser um dos últimos a ser atendido, todos os funcionários estão na entrada te dando adeus e agradecendo pela visita. E lógico todos com os sorrisos e seus Glasses nos rostos. Olho para trás e realmente fui o último.

Biombos onde os Glass Explorers recebem treinamento

Biombos onde os Glass Explorers recebem treinamento

Acompanhe o resto das minhas experiências com o Google Glass na segunda parte deste review.

relacionados


Comentários