Meio Bit » Demais assuntos » Dust 514 continua exclusivo do PS3 por escolha da desenvolvedora

Dust 514 continua exclusivo do PS3 por escolha da desenvolvedora

CCP Games afirma que motivo do Dust 514 ser exclusivo do PS3 é apenas uma decisão da desenvolvedora e não contratual.

04/10/2013 às 10:00

dust-514

Quando a CCP Games revelou a existência do Dust 514, jogo de tiro em primeira pessoa que interagiria com o EVE Online, vi muitas pessoas comemorando a iniciativa, só para pouco depois lamentarem o fato de que ele seria exclusivo para o PlayStation 3.

Como se trata de uma franquia nascida nos computadores, alguns achavam que não fazia muito sentido lançar esse spin-off apenas no console e a desconfiança geral era de que a Sony havia investido pesado na exclusividade, provavelmente tendo amarrado a desenvolvedora com um contrato. Porém, de acordo com Hilmar Pétursson, CEO do estúdio, isso não verdade.

Não há nada que nos impeça de fazer qualquer coisa que não seja nos focar e priorizar. É tão fácil perder o foco ao trabalhar em coisas que não são as mais importantes. No momento temos uma base de jogadores e ela está no PlayStation 3. Eles amam jogar o game, nos dão um fantástico feedback e trata-se de nos mantermos com eles nessa jornada, entregando nossa missão, ao invés de tentarmos expandir para outras plataformas.

Além da enorme quantidade de trabalho e esforço necessário para se criar uma nova versão, Pétursson disse que devido aos mais de 80 milhões de PS3 espalhados pelo mundo, ainda há muitas oportunidades que o Dust 514 pode explorar, principalmente por se tratar de um título gratuito e afirmou que por enquanto eles não decidiram se levarão o jogo para o novo console da Sony.

Confesso que não sei se tal declaração é apenas a constatação da preguiça da desenvolvedora, que não está muito disposta a arriscar em outras plataformas ou se eles realmente acreditam que o melhor é investir em apenas uma versão, mas a verdade é que isso me fez lembrar que preciso dar uma chance ao FPS, algo que ainda não fiz em parte pela fraca recepção que ele teve, mas também pelo seu modelo de distribuição, que inconscientemente me faz acreditar que a experiência não será boa.

Fonte: Eurogamer.

relacionados


Comentários