Meio Bit » Games » Sequência de Psychonauts só depende de editora

Sequência de Psychonauts só depende de editora

Tim Schafer diz estar pronto para criar continuação e que só dependem de uma editora.

10 anos atrás

dori_psy_12.11.10

No meio do invejável portfólio de Tim Schafer é possível encontrarmos um jogo que não pode ser considerado um sucesso de vendas mas que está entre um dos melhores jogos da geração passada para quem lhe deu uma chance, o Psychonauts. Criado como um típico jogo de plataforma, nele acompanhávamos as aventuras do garoto Raz, que chega a um campo de treinamento para pessoas com poderes psíquicos e onde tentará desenvolver suas habilidades. O seu grande destaque estava no ótimo enredo, no humor refinado e no design das fases, cada uma delas passada dentro da mente perturbada dos personagens que habitam o lugar.

Sabendo que o jogo conquistou uma boa base de fãs, a revista PSM3 aproveitou para perguntar ao game designer se existe planos de seu estúdio trabalhar numa continuação e a resposta foi, até certo ponto, animadora:

Estou pronto para fazer isso, adoraria fazer isso. É apenas uma questão de conseguir uma editora interessada em publicá-lo. Ao longo dos anos o Psychonauts foi jogado por muitas pessoas, por ter sido vendido no Steam por dois dólares ou através da pirataria. Então ele esteve por aí e se todas essas pessoas comprarem a sequência, ela seria um grande sucesso.

Como a Double FIne recentemente contratou um dos outros criadores do Monkey Island, o Ron Gilbert, seria muito legal se a dupla trabalhasse junta nesse novo Psychonauts, mas desconfio que conseguir uma empresa para apostar numa continuação de um jogo que não vendeu bem não será muito fácil, até porque a última grande produção do estúdio, o Brutal Legend também não se saiu muito bem nas prateleiras. Mesmo assim, recomendo dar uma olhada nesse jogo excelente, que ganhou diversos prêmios de melhor roteiro e que pode ser adquirido por US$ 9,99 no Steam ou no Good Old Games.

[via CVG]

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários