Meio Bit » Indústria » Bing, TED e um gostinho do futuro

Bing, TED e um gostinho do futuro

14/02/2010 às 0:11

Uma das vantagens de acompanhar o mundo da tecnologia e ter memória para se lembrar de mais do que “P.Sherman, 42, Wallaby Way, Sidney, Australia” é que conseguimos acompanhar o nascimento, crescimento e maturidade das invenções. É empolgante ver idéias isoladas sendo aos poucos agregadas em produtos consistentes.

A apresentação abaixo é um excelente exemplo disso. Nela Blaise Aguera y Arcas, criador do Seadragon e co-criador do Microsoft Photosynth demonstra uma versão do Bing Mapas com integração de todas essas tecnologias que nós vimos de forma espalhada. E é incrível.

Além do mapa 3D e o Street View que já estamos acostumados, a versão demonstrada exibe ícones para Photosynths criados por usuários, naqueles pontos exatos. Mais adiante ele começa a passear por uma praça utilizando fotos do Flickr, marcadas por geotagging e integradas ao ambiente através dos algoritmos do Photosynth, em tempo real.

Usando da mesma técnica ele entra em um mercado, você passeia por dentro de uma loja, através de fotos.

A cereja do bolo é isto:

mapas

Um celular com acelerômetros e bússola transmitindo um streaming de vídeo ao vivo, sendo capturado pela aplicação do Bing Mapas, mapeado no espaço 3D correspondente e sendo movimentado de forma sincronizada, acompanhando os movimentos de quem está com o celular e quem está mexendo na aplicação no PC.

“Mimimi tem que ter alguém lá filmando mimimi”

OK. Agora expanda sua mente, só um pouco, tente ver além do imediato, do rasteiro. Pense em quanta gente estava filmando, fotografando fazendo streaming e tuitando o show da Beyonce no Rio. Pense em quanta gente fez o mesmo na abertura das Olimpíadas de Vancouver, ontem. Pense em dois ou três anos.

Mas calma. Não acabou. Eu não falei de integração entre os projetos?

Nessa hora da apresentação, se eu fosse boiola como o Robert Scoble, eu choraria. Blaise sai do mercado, move o ponto de vista para a rua. Lá ele faz o que a maioria dos Humanos deveria fazer mas não faz: Ergue seus olhos para o Firmamento.  Nesse momento o Bing Mapas se integra ao Worldwide Telescope, e você passa a explorar o Universo.

 

telescope

A apresentação toda você pode ver no vídeo abaixo. É de aplaudir de pé. Aliás, foi isso que a platéia fez.

 

 


relacionados


Comentários