Meio Bit » Segurança » Parem as máquinas: Descoberto bug em software da Microsoft

Parem as máquinas: Descoberto bug em software da Microsoft

14/05/2008 às 2:33

Uma das várias funcionalidades que tornaram o Microsoft Messenger um excelente programa é a possibilidade de listar automaticamente na sua linha de status a música que está ouvindo. Hoje isso é quase um padrão, todo Messenger decente oferece o recurso.

Vários anos atrás eu, que não valho nada, pensei na possibilidade do MS Messenger listar o que não devia. Imagine, você está vendo um filme educativo, pior, um filme educativo questionável, "2 Stallmans 1 Cup" ou algo assim e o nome do filme aparece ao lado do seu contato, compartilhando com seus amigos seus gostos questionáveis.

Testei, e realmente alguém em Redmond com mente suja teve a mesma preocupação. O Messenger não mostrava arquivos de vídeo na função "o quê estou ouvindo".

Hoje, testando minha máquina Windows, que acabei de consertar, reinstalar, etc, fui colocar um vídeo para tocar. Eis que... ele aparece listado.

Para fins de diversão, renomeei o arquivo, assim o pessoal que não lê com atenção terá mais uma calúnia para se divertir:

bugmsn

Isso mesmo. O WIndows Live Messenger listou o filme, comprometendo toda a minha imagem de pegador. Lá se foi a privacidade, agora o que estivermos assistindo será listado para todo mundo ver, maldita Microsoft, o Apocalipse, etc...

Nããããão exatamente.

Após uma análise detalhada, descobri o motivo do comportamento dedo-duro do Messenger:

Ele está programado para somente listar ÁUDIO. Se o arquivo não contém vídeo, ele é kosher, está valendo. Eu usei um AVI, que é um container, assim como o OGG (mas com mais de 5 usuários no planeta).

O Windows Media Player reconheceu o CODEC de áudio, mas não o de vídeo. (eu ainda não havia instalado o DIVX) Ao passar os dados para o subsistema responsável pelo plugin do Messenger, não disse "estou tocando um arquivo de áudio, com faixa de vídeo mas não sei decodificar".

O que foi passado foi "Estou tocando um .AVI, que por acaso só contém áudio".

Pelo visto não existe uma indicação de CODEC de vídeo não-identificado, e na ausência de qualquer sinal de vídeo, o Messenger entende que é áudio puro, portanto libera a visualização do nome do arquivo.

É um bug sem muitas consequências, só irá afetar quem estiver tentando ver algum filme questionável, sem os CODECs adequados e com a opção de mostrar o arquivo que está sendo tocado habilitada.

A instalação do DIVX foi suficiente para fazer com que o filme deixasse de ser listado no cabeçalho do Messenger.

Mesmo assim é mais um exemplo para programadores que acham que pensaram em tudo, quando na prática SEMPRE aparece uma situação inesperada.

relacionados


Comentários