Meio Bit » Hardware » Três iPod killers

Três iPod killers

18/06/2007 às 18:34

Eles não têm nomes... eles são pequenos... eles se multiplicam por aí... eles são chineses... eles são "iPod killers"?

Imag012.jpg

Desta vez, nada de análises de hardware importado, longe da maioria dos pobres mortais. Peguei três tocadores de mp3 na faixa dos R$ 150,00 ~ R$ 200,00, com 1GB de RAM e fiz um rápido comparativo. Afinal, se o mercado do resto do mundo come maçã, o da "25 de Março" vive de arroz.

Design

Começando pelo "design": o da esquerda lembra ( eu disse "lembra" ) o modelo NW-E005F, da Sony. Inclusive, vem o logotipo "Sony" estampado na frente e o vendedor jurou de pés juntos que esse era "a segunda linha da empresa". Sei.

O segundo modelo, da Pengo, parece uma miniatura de um daqueles sistemas de som "portáteis" dos anos 80. Vem até com um alto-falante embutido!

Já o terceiro tem vários fabricantes, sendo até montado em terras tupiniquins. Dentre os três, é o único que toca vídeos e, obviamente, se parece com o iPod. O display tem 1,5'', capaz de mostrar 65 mil cores. O contraste é bom, mas os temas são muito berrantes. De qualquer forma, é fininho ( apesar de ter um alto-falante embutido também ) e só peca pela saída de fone de ouvido na lateral, o que dificulta colocar no bolso.

Funcionalidades

Todos têm, basicamente, as mesmas funcionalidades ( tocar músicas no formato mp3, wma e wav, gravar voz, sintonizar rádio ), mas o da "Sony" se destaca pela "usabilidade" se é que podemos chamar assim. Tem apenas cinco botões: o de volume, o de trava ( para que nada mude quando você colocá-lo no bolso, por exemplo ), o "Play/pause" e um outro, multi-funções. A partir deste último, se acessa todos os menus do aparelho com relativa facilidade. O da Pengo tem sete botões e é bastante confuso. Para se desligar o tocador, é preciso apertar e segurar um botão. Para ligá-lo, usa-se outro botão!

O "iPod" parecia o mais simples... mas se mostrou o mais complexo. É automático tentar mudar as músicas apertando o que deveria ser a seta para cima e a seta para baixo. Acontece que a navegação é feita com as setas para os lados, mesmo que as músicas apareçam em lista. E o que é pior: para quem já usou um iPod, fica difícil não rolar o dedo pelo círculo...

É bastante óbvio que o "iPod" é o único dos três a tocar vídeo. O formato é o AMV e é preciso converter seus arquivos usando uma ferramenta que vem no cd. O processo é simples, mas, cá pra nós: ter um vídeo numa telinha tão pequena... não sei se é muito vantajoso.

Todos eles mostram informações sobre a música atual, mas o Pengo é o mais incompleto, deixando de mostrar o "bitrate". Já o iPod peca ao não desligar o "backlight" do display, fazendo o tempo de bateria cair vertiginosamente.

Falando em bateria, o "iPod" usa uma interna, recarregável pela porta USB ou pelo carregador externo e conseguiu tocar músicas por mais de duas horas. Os outros dois usam pilhas do tipo AAA ( palito ). Com pilhas recarregáveis de 2300mA/h, consegui uma autonomia de 6 horas no "Sony", 5 horas no Pengo.

É bom lembrar que todos eles funcionam como drives USB, sendo automaticamente reconhecidos tanto pelo XP quanto pelo Vista. O "iPod" se liga ao micro através de um cabo ( pois vem com um conector mini-USB ) e os outros dois se ligar diretamente à porta.

Qualidade

Não é preciso dizer que esse não é um ponto forte nos concorrentes... os fones de ouvido, por exemplo, são péssimos. A qualidade do som é pífia, com médios muito acentuados e total inexistência de graves. A solução é comprar um novo par, mas tome cuidado: o "iPod" não aceita fones com conectores P2 comuns. Ele usa os chamados "mini P2".

Já no visual, o "iPod" leva vantagem, pois é relativamente bem construído e a carcaça de metal na traseira dá uma boa impressão. Em segundo lugar, vem o "Sony", com tipo de borracha que adere muito bem à mão, sendo agradável ao tato. O Pengo "descasca" muito facilmente.

Palavras Finais

Não tenho a intenção de fazer uma análise profunda, pois são modelos bastante populares, que concorrem por centavos. A idéia foi só mostrar as impressões.

O importante é verificar cuidadosamente cada um deles, na hora da compra. É muito comum o display ter pequenos defeitos, similares aos "dead pixels" dos monitores de PCs, que vão se agravando com o tempo.

Outro defeito comum é o mau-contato no conector do fone de ouvido. Tire e coloque umas duas vezes e veja se não há falhas ou ruído no aúdio.

relacionados


Comentários