Meio Bit » Internet » Segredos do Vírtua - Parte IV: Análise

Segredos do Vírtua - Parte IV: Análise

15 anos atrás

Depois de feitas as análises dos pacotes de dados, várias informações úteis foram obtidas pelo Ethereal. Esses dados foram os nomes dos arquivos de configuração do modem, assim como o IP do Trivial File Transfer Protocol Server (TFTP Server). Através de técnicas de spoofing e o uso de ferramentas específicas foi possível fazer o download desses arquivos de configuração. Antes de continuarmos, um leitor mais leigo pode achar que isso foi uma invasão de sistemas, mas não houve nada disso. Nada foi feito a não ser alterar configurações da placa de rede e o uso de softwares específicos.

O serviço do Vírtua possui velocidade variável. Por várias vezes, um usuário com uma velocidade de até 8Mbps não usa essa largura de banda se está apenas conversando pelo MSN. Como o Vírtua nada mais é do que uma rede usando cabo coaxial, é preciso otimizar o seu uso. O servidor de controle envia um pacote de informações para configurar o cable modem chamado 150_1pc.cm, que é a velocidade mais baixa do Vírtua. Vejamos o conteúdo dele:

network_access = on;
cos {
class_id = 1;
max_down_rate = 150000;
max_up_rate = 150000;

up_chan_prio = 7;
min_up_rate = 0;
max_burst_size = 0;
cos_bpi_enable = disabled;
}
max_num_cpe = 1;

Fácil entender, não? Ele habilita a rede, diz que o download e o upload ficam em 150kbps e na última linha deixa apenas 1 único computador acessar. Esse arquivo foi usado quando a tarefa consistia em navegar pela Internet, em websites de notícias. É claro que vários outros usuários estavam fazendo o mesmo, mas se alguém fosse fazer um download, poderia ir até o seu limite de velocidade, com folga.

Ao iniciar o download do Ubuntu Linux, o modem recebeu o arquivo 2000_1pc.cm:
network_access = on;
cos {
class_id = 1;
max_down_rate = 2000000;
max_up_rate = 300000;

up_chan_prio = 1;
min_up_rate = 0;
max_burst_size = 0;
cos_bpi_enable = disabled;
}
max_num_cpe = 1;

Essa velocidade foi suficiente, já que os servidores não conseguiam enviar mais rápido. Obs: Informações complementares foram removidas.

No meio da tarde, o serviço estava fora do ar. O download havia acabado e eu estava apenas escrevendo alguns rascunhos dessa série de artigos. Um arquivo chamado disable.cm foi enviado para o modem:

network_access = off;
cos {
class_id = 1;
max_down_rate = 256000;
max_up_rate = 256000;
up_chan_prio = 7;
min_up_rate = 0;
max_burst_size = 0;
cos_bpi_enable = disabled;
}
max_num_cpe = 1;

E todas as vezes que existem falhas, esse arquivo estava sendo enviado para o modem. Se o mesmo acata as ordens imediatamente, não foi possível saber, mas assim que acesso voltou o modem havia recebido o arquivo 300_1pc.cm, que permitiu assistir um stream de vídeo no ifilm.com.

Esses arquivos são bastante pequenos, variando de 76 bytes até 1337 bytes, não chegando ao payload de um pacote de dados inteiro (1460 bytes). Em dado momento, habilitei downloads do eMule e do BitTorrent ao mesmo tempo e o arquivo 4000_1pc.cm foi enviado ao modem:

network_access = on;
cos {
class_id = 1;
max_down_rate = 4000000;
max_up_rate = 600000;

up_chan_prio = 1;
min_up_rate = 0;
max_burst_size = 0;
cos_bpi_enable = disabled;
}
max_num_cpe = 1;

E o download somado chegou a 460kB/s.

Se algum espertalhão acha que é possível alterar a velocidade do modem subindo um arquivo para o mesmo, não adianta nada. Em questão de minutos o modem recebe o pacote correto de dados. Além disso, isso seria alterar a configuração original de um hardware em regime de comodato e seria um "gato" na conexão. Mas com esse sistema dinâmico, a festa duraria muito pouco.

Não consegui entender o porque do arquivo disable.cm. Parece que ele foi esquecido no meio dos arquivos para determinar as várias velocidades disponíveis e ele desliga o acesso a rede até a próxima sincronização.

Em resumo Vírtua atua com um sistema de velocidades dinâmicas, garantindo uma velocidade alta quando você realmente precisa dela. Existem muitos servidores com limites na taxa de upload, então não é preciso reservar banda de 8Mbps se o total consumido naquele instante é de 300kbps. Por várias vezes, o download começa bem alto e vai caindo. A culpa é, na maioria das vezes, a taxa máxima de upload do servidor e um arquivo de configuração com velocidade mais baixa que o normal.
Hoje fiz um experimento em que o download começou em 40kbps e subiu até 480kbps, matendo-se na maior parte do tempo ao redor de 465kbps. E foi exatamente o que você pensou. A velocidade atingiu o pico máximo quando o arquivo 4000_1pc.cm foi recebido pelo modem.

Espero que tenham gostado e obrigado por ter lido até aqui.

Parte I | Parte II | Parte III | Parte IV | Parte V

relacionados


Comentários