Meio Bit » Arquivos » Indústria » Sony e seus CDs azuis

Sony e seus CDs azuis

06/11/2008 às 13:50

Eu gosto da Sony. Gosto mesmo. Já escrevi isso antes e mantenho a palavra. Mas, de vez em sempre, a empresa dá uma derrapada... seja no Betamax, no MiniDisc ou no PS3, algumas vezes acontece.

Há rumores na net de um novo deslize, digo, produto: um CD baseado na tecnologia Bly-ray. Vamos recapitular: a Sony lançou o SACD (Super Audio CD) na esperança de que os aficionados por música de qualidade comprassem todo o estoque das lojas (e esquecessem o rival DVD-Audio). Infelizmente, a "geração MP3" não liga muito para qualidade e "ripa" tudo a 128kbps... portanto, parece bastante lógico (aquela lógica distorcida dela, claro, onde sempre há um rival a vencer) que tente melhorar o SACD com a tecnologia Blu-ray.

A idéia até parece boa: qualidade nunca é demais. Mas, desconsiderando o valor dos primeiros discos (US$ 25,00 a US$ 42,00, lá) a pergunta que não quer calar é: haverá mercado? Nesses tempos onde um "home theater" xing-ling custa US$ 99,99 e tem 12% de THD, quantos compradores se interessarão em investir o rico dinheirinho em mais um "player"?

[via Engadget]

relacionados


Comentários