Meio Bit » Arquivos » Internet » FutureCom - Banda é o que há

FutureCom - Banda é o que há

28/10/2008 às 15:03

Uma diferença fundamental entre eventos no Brasil e no Exterior é que o Brasil ainda considera Internet luxo. Na Remix do ano passado a Embratel queria cobrar da Microsoft R$250,00 por ponto conectado na rede WIFI. Por meio-dia de link aberto aos participantes na TechEd, foram cobrados milhares de Reais.

Hotéis, idem. Embora eu considere o preço da Internet no Ibis bem em conta - R$12,00 por 24h de acesso- há lugares como o Blue Tree, onde estou hospedado onde Internet custa R$30,00/24h.

Outros, como hotéis de luxo, cobram ainda mais. Já vi hotéis em eventos cobrarem R$240 por 2h de acesso.

Talvez por isso seja tão difícil achar feiras e eventos fora das organizadas por geeks que tenham acesso WIFI liberado. Assim estou em uma mega-feira de telecomunicações que só dá para se telecomunicar quem traz a telecomunicação no próprio bolso.

A alternativa é a Sala de Imprensa, onde embora nenhuma das 18 redes esteja liberada (ou pelo menos esteja indicada em algum lugar) a conexão por fio é bem respeitável:

Isso é taxa de upload. Confesso que estou lutando com todas as minhas forças para não fazer um teste em condições de uso real (leia-se mininova.org) da rede, somente para o nobre fim de escrever um artigo, claro 😉

atualização:

Testando pelo Velocímetro da www.rjnet.com.br o download reporta:

Velocidade média registrada

12009.74 kbps
(sua velocidade atual)

Estatísticas da sua conexão:
Taxa de transferência: 1471.78 KB/s

relacionados


Comentários