Meio Bit » Baú » Fotografia » Apple pode desistir do iTunes

Apple pode desistir do iTunes

01/10/2008 às 20:22

Quando você pensa em venda de músicas online, qual é o primeiro nome que lhe vem a cabeça? Muito provavelmente você pensou no iTunes. O que você faria então se fosse dono de uma marca tão poderosa quanto o iTunes e a indústria resolvesse aumentar os royalties cobrados por cada venda em cerca de 66%? A Apple decidiu que não brincará mais.

O problema é que será votado em Washington, D.C. na próxima terça-feira um pedido para que a taxa que as lojas online pagam sobre cada música vendida suba de US$ 0,09 para US$ 0,15. A empresa se nega a aumentar o valor de US$ 0,99 cobrado pelas canções e afirma que se tiver que arcar com a diferença, ela passará a ter prejuízo, o que inviabilizaria o serviço. Antes que alguém diga que a Apple lucra muito com as vendas, saiba que US$ 0,70 de cada venda é passada para as gravadoras.

Eddy Cue, vice-presidente da marca deu uma declaração bastante sincera onde disse que a "Apple já deixou claro repetidas vezes que está nesse negócio para ganhar dinheiro e que muito provavelmente não continuaria operando [o iTunes] se não fosse possível fazer isso tão lucrativamente."

Embora pareça um pouco de birra, é importante notarmos que os custos de manutenção de um serviço como o iTnues deva ser algo astronômico mas também temos que concordar que boa parte do sucesso dos iPods e iPhones da vida se devam a loja de venda de músicas da empresa.

Por outro lado, as gravadoras (e porque não os artistas) também precisam ficar preocupadas. Estima-se que a Apple já tenha vendido mais de 2.4 bilhões de músicas apenas este ano e que seja dona de 855 do mercado. Não é difícil perceber que a morte de um gigante deste porte poderia mudar completamente a indústria fonográfica como conhecemos hoje. A questão que fica é: Isso seria bom ou ruim?

dori_it_01.10.08

[via Fortune]

relacionados


Comentários