Meio Bit » Baú » Segurança » Microsoft pegando pesado com fabricantes de Scareware

Microsoft pegando pesado com fabricantes de Scareware

30/09/2008 às 14:42

Que o Windows é alvo número de todos os criadores de vírus e malware ninguém discorda, mas mesmo um relógio quebrado está certo duas vezes por dia, e nem o Windows pode estar sempre “errado”. Só que alguns programas investem justamente na imagem de sistema vulnerável do Windows para vender seu peixe. O termo aliás é perfeitamente adequado, pois da mesma forma que pescado, esses programas começam a feder depois de 24 horas.

São softwares que mostram mensagens de “alerta”, anunciando violações de segurança, vírus e malware em seu sistema, mesmo sem terem rodado nenhum tipo de scanner.

scareware

Esses programas são feitos para enganar e assustar leigos, que pagam bom dinheiro por sua “proteção”. Sem contar que vários desses programas trazem de reboque malware, trojans e vírus.

Um dos maiores exemplos é um tal de Registry Cleaner XP, que sempre indica que há algo de errado ou suspeito com seu PC. Para em seguida oferecer um programa de limpeza, que custa módicos US$39,95.

A Microsoft agora entrou na Justiça contra a empresa produtora do software pedindo indenização e exibindo que o site e os anúncios sejam retirados do ar. O Promotor de Justiça Rob McKeena, do Estado de Washington apóia o processo, e diz:

Não vamos tolerar avisos alarmistas e enganadores ou “scanners grátis” , que tentam convencer os usuários a comprar softwares para resolver problemas que eles não têm"

Vejamos o que diz o tal programa no meu computador:

postscaptura8

Claro, não há detalhes sobre quais seriam tais aplicações e entradas suspeitas no Registro, eu tenho que confiar no programa, pagar US$39,95 e acreditar que ele iria “reparar entradas no registro, otimizar a velocidade do sistema, bloquear popups e melhorar a velocidade do sistema”, como diz no site.

O programa aliás é tão bom que segundo as especificações funciona do Windows 95 ao 2000. Rodei no Vista e nem reclamou 😉

Espero que a Microsoft ganhe essa, pois o que o mundo menos precisa são picaretas que vivem de explorar o medo e ignorância alheios.

Fonte: Ars Technica

relacionados


Comentários