Meio Bit » Baú » Games » Lost Planet: Extreme Condition Colonies Edition

Lost Planet: Extreme Condition Colonies Edition

26/08/2008 às 18:37

Lost Planet chegou ao mercado no começo de 2007, depois de ter sido adiado algumas vezes e decepcionado muitos fãs que esperavam jogá-lo no Natal de 2006. Bem, mas a espera valeu realmente a pena, pois a Capcom acertou a mão em um jogo com boa história, jogabilidade de primeira e gráficos bem trabalhados. A versão Colonies Edition chega ao mercado brasileiro pela Synergex com mais fases, mais personagens, mais armas e para fechar com chave de ouro, compatibilidade entre o console Xbox 360 e o PC no jogo multiplayer em até 16 jogadores.

Bem vindo a E.D.N III

A Terra já não era mais a mesma e uma solução precisava ser encontrada para substituí-la. Entra em ação a mega corporação científica Neo-Venus Construction, mais conhecida pela sigla NEVEC. Liderados pelo Comandante Dennis Isenberg, a NEVEC encontrou o planeta E.D.N III, o mais “semelhante” da Terra possível. Apesar das semelhanças, os humanos seriam obrigados a lidar com um frio intenso, pois o planeta era repleto de neve. Para piorar um pouco mais, o planeta não estava desabitado. Os Akrid, a raça alienígena originária do planeta, fez de tudo para os humanos abandonarem o planeta e quase conseguiram. Com ataques surpresa e em massa, a guerreira raça fez o que pode para expulsar os humanos, mas um grupo de cientistas descobriu o T-ENG, ou seja, a Energia Térmica. Presente apenas nos corpos dos Akrid, o T-ENG era a solução para grande parte dos problemas dos humanos. Mantinham-os aquecidos e era uma soberba fonte de energia. Após o descobrimento do T-ENG, a NEVEC desenvolveu os Vital Suits conhecidos como VS. São nada mais nada menos que pequenos Mechs muito bem armados e abastecidos de T-ENG. Com os VS, os humanos podiam combater com maior facilidade os Akrid e assim tomar por completo o planeta E.D.N III.

Lost Planet fica focado no personagem Wayne Holden que sofre de amnésia e em seu pai, Gale Holden. Após uma batalha dificílima contra o mais poderoso dos Akrid, conhecido como Green Eye, Gale morre e Wayne se perde desacordado no meio das planícies geladas de E.D.N. III. Wayne é encontrado por um pequeno grupo de piratas da neve (muito “populares” em E.D.N. III), sem saber quem é e o que fazer, a história de Wayne começa a se desenrolar.

Fervendo a Neve

Lost Planet é um jogo de ação em terceira pessoa bem ágil e divertido. Não pense encontrar um novo Gears of War, apesar de também ser em terceira pessoa. São jogos completamente diferentes. Enquanto no “GOW” a coisa é muito mais atravancada e devagar, Lost Planet segue o esquema de correr, atirar, se esquivar quando der e coletar sempre T-ENGs que encontrar pelo caminho.

Além de correr e atirar, o personagem pula e pode disparar um gancho para subir em locais de difícil acesso. No começo do jogo o gancho serve para achar itens escondidos e acessar lugares para matar os inimigos mais facilmente, depois o gancho se torna necessário para completar as fases.

O personagem tem a opção de levar armamentos na mão direita e esquerda combinando uma melhor forma de ataque aos inimigos. Na mão direita você tem 10 opções de armas (sendo quatro exclusivas para o modo multiplayer), que vão de rifles, a clássica metralhadora indo até o lança-chamas. Na mão esquerda você tem a opção de sete armas (sendo 3 exclusivas para o modo multiplayer) e todas são granas que variam da comum explosiva, a plasma e até incendiária. Se por um acaso você tiver saído de um VS que foi destruído, ou não quiser usá-lo nas batalhas, você pode pegar o armamento dele e usá-lo normalmente. O poder de destruição é avassalador e a quantidade de munição muito maior, porém você não pode usar outras armas para auxiliar no ataque ao inimigo e sua movimentação fica muito limitada, visando que a arma é muito pesada. Há 11 armas de VS disponível no jogo (sendo quatro exclusivas para partidas multiplayer), e vão desde metralhadoras rotatórias a lança-foguetes e até um poderosíssimo bate-estaca.

O jogo no modo singleplayer tem 11 missões que variam bastante de lugar e estilo que vão desde planícies geladas, a cidades abandonadas e bases militares. No começo do jogo as fases são mais planas e os Akrid surgem no meio do nada na neve, ao ir passando as fases, os Akrid deixam de ser seus únicos inimigos e piratas da neve, além de soldados da NEVEC chegam para te atacar tanto a pé como em poderosos VS, deixando o jogo um pouco mais difícil pois eles nunca atacam sozinhos. Os chefes são bem difíceis e necessitam de muito poder de fogo para morrerem. Você enfrentará alguns dos mais poderosos VS, uma mariposa gigante e claro, o destemido Green Eye. Sempre tente entrar nas batalhas com o chefe com uma boa quantidade de T-ENG e algum poderoso VS com bastante munição. Só assim a batalha fica mais fácil.

Colonies Edition

Uma das novidades dessa nova versão “Colonies Edition” é poder jogar com a raça Akrid no modo multiplayer. Não adianta achar que a batalha é de igual para igual, ser um Akrid é morrer rápido, principalmente em fases mais abertas. Quase tudo novo nessa versão fica em torno do modo multiplayer. Colonies Edition comporta todo o conteúdo pago disponível na rede Microsoft Live, ou seja, todos os pacotes extras de fase multiplayer, além de 4 fases extras desenvolvidos exclusivamente para essa versão. 10 novas armas como a pistola e o revólver, 5 novos personagens incluindo uma nova variação de Akrid e 3 novos modos de jogo em singleplayer. Score-Attack avalia o modo que você elimina o oponente. Time Trial Battle Mode é um modo que você precisar terminar a fase no tempo pré-determinado. First Person Shooter Mode que faz o game ser jogado em primeira pessoa. Além desses modos, há o modo escondido chamado Unlimited Mode, que te dá todo o arsenal necessário para se aniquilar os inimigos do jeito que bem entender. Para abrir o Unlimited Mode, é necessário terminar o jogo antes.

A sensação dessa versão é a compatibilidade entre XBOX 360 e PC pela rede XBOX LIVE da Microsoft. Testei e admito que não há diferença entre nenhuma das versões, principalmente se o jogador tiver um controle de XBOX 360 instalado no PC. Se o jogador preferir desembolsar um valor maior, a versão do XBOX 360 ganha em não ter instalação alguma, se o jogador quiser gastar menos e ter uma qualidade gráfica um pouquinho melhor, a versão de PC é a escolha certa!

veredicto

Lost Planet: Extreme Condition Colonies Edition é um jogo que vale muito a pena, tanto no Xbox360 como no PC. Boa jogabilidade, boa história, gráficos muito bem trabalhados principalmente nas cenas entre fases, e o som é muito bom também. Online é fácil se encontrar jogadores e a disputa sempre é muito divertida. 11 fases no modo singleplayer que podem ser batidas em +- 10 horas, isso se algum chefe não te causar traumas psicológicos.

pros

- A história prende muito, tanto que tem a probabilidade de virar um filme.
- A jogabilidade é muito boa, é divertido jogar Lost Planet sozinho ou em multiplayer.
- Mesmo com pouca experiência, o jogador pode se dar bem nas partidas multiplayer, não requer muito treino.
- Compatibilidade entre PC e Xbox360 pode facilitar amigos em uma disputa multiplayer.

contras

- A dificuldade do jogo varia entre o muito fácil e vai ao muito difícil, o jogo não segue um padrão de dificuldade e isso pode ser um pouco frustrante, principalmente ao enfrentar um chefe.
- Tudo é muito branco. Ok, estamos falando de um jogo na neve, mas prédios abandonados, bases militares e outros continuam muito apagados, isso pode se tornar cansativo.


relacionados


Comentários