Meio Bit » Baú » Games » DirectX 9 e 10, Xp e Vista: Análise

DirectX 9 e 10, Xp e Vista: Análise

28/07/2008 às 22:56

Eu estava devendo este pro Salsinha faz um tempinho já. Bicalho postou uma comparação de desempenho entre Dx9 e Dx10 em um tópico aqui do Meio Bit e conversa vai, conversa vem, fiquei de passar a minha impressão pro "Adolescente Fã de Games" que fica na dúvida se paga uma fábula no Vista para jogar ou não.

Enfim...

OBS: Todas as medições foram feitas com o Fraps, 3 vezes, seguindo alguma metodologia em que eu tentava viajar o mesmo caminho para contagem dos frame-rates médio, mínimo e máximo (AVG, MIN, MAX). Não foi no olhõmetro, o Fraps tem ferramenta pra isso.

A máquina usada nos testes foi:

- Athlon X2 5200+
- Radeon HD3870
- 4GB de RAM

TESTE 1: Lost Planet

Config: 1280x960 8xAA 16xAF - Vsync OFF

Lost Planet é um jogo bobo e chato da Capcom que se passa em um planeta congelado. Possui uma mocinha peituda bonita nas cut scenes, o que certamente faz o jogo valer pelo menos um pouquinho.

Bom, porque escolhi Lost Planet?

Primeiro, porque eu tenho o jogo. Segundo, porque ele é um dos primeiros a sair com suporte a DirectX 10, isso lá pra meados do ano passado, quando a API da MS ainda era um ser púbere.

Então, Lost Planet fica sendo o "ANTES" do review. Aquele primeiro jogo pioneiro cujo desempenho em Dx10 deveria ser inferior. Vejamos se o é:

(Notem a sombra, a única diferença. E o Frame Rate)

- (DX9) Vista -> Min 22, Max 61, Avg 46
- (DX9) XP -> Min 23, Max 64, Avg 49
- (Dx10) Vista (Shadows High) -> Min 10, Max 21, Avg 17
- (Dx10) Vista (Shadows Medium) -> Min 19, Max 48, Avg 37

Sobre Lost Planet, cabem algumas considerações a se fazer. A diferença do jogo usando Dx9 e Dx10 é a sombra (comparativo nas fotos abaixo). O efeito do Dx10 no jogo é mínimo (há patch posterior que acrescenta alguns efeitos a mais, mas eu pouco ví), e a queda de frame-rate ao se ligar as soft shadows é BRUTAL. ESCANDALOSA. IMPRATICÁVEL: Numa HD3870 não dá pra jogar.

Em Dx9 por Dx9, o XP leva vantagem. Não algo que se considere relevante, mas leva: Frame Rate Average de 49 contra 46 do Vista.

Em Dx9 vs Dx10 com sombras no Medium no Vista, que na prática representa visual muito semelhante, há uma diferença de 9 fps.

PORTANTO, Lost Planet, no Vista, FAIL. Não compensa.

TESTE 2: Crysis

Config: 1024x768 0xAA 0xAF - Vsync OFF

Crysis. A vedete dos Benchmarks. O jogo mais bonito existente (citation needed). Podem reclamar bastante do peso do game, mas é fato que a Crytec fez um trabalho digno de aplausos na CryEngine...

Bom, porque escolhi Crysis ?

Crysis é o "DURANTE". Foi lançado e otimizado no fim do ano passado, quando o Dx10 das Geforce 8800 ofereciam uma chance real de uso. Foi propagandeado como um prodígio da computação gráfica, e é o jogo que todos usam como parâmetro como medição de hardware.

Merece a fama? Não. Como verão posteriormente, inclusive em Very High Crysis atinge frame rate médio BEM superior a Lost Planet na mesma configuração, por exemplo. Flight Simulator X também é mais pesado. Call of Juarez também o é.

Bom, o comparativo aqui é mais complexo e completo: Foi usado o próprio benchmark do jogo (GPU): (Também foi medido com o Fraps, e as medições batem):


Windows XP - HIGH


Windows XP - Very High DX9 Tweak


Windows Vista DX10 Very High

Notem as diferenças: O efeito de specular em todas as folhas, uma nitidez bem melhor, o maior alcance da vegetação (note lá no fundo), e, principalmente, a mãe de todas as quedas de performance no jogo: O Paralax Occlusion Mapping. Observem no chão, as diferenças entre High e Very High: O chão tem relevo. No High é usado Bump Mapping normal, no VH é usado POM. Um contraste melhor também é notado em Very High, culpa do SSAO (Sub Surface Alpha Occlusion: (Traduzindo, ele realça as áreas escuras da vegetação). Só dá pra notar direito vendo a imagem maior, claro. Clique em cima.

Primeiro, o jogo na configuração "HIGH". Tudo no High, que é o máximo que o Dx9 permite (sem gambiarra):

- (DX9) Windows XP SP3: High -> Min 23, Max 42, Avg 33
- (Dx9) Windows Vista Sp1 X64: High -> Min 21, Max 42, Avg 32
- (Dx10) Windows Vista Sp1 X64: High -> Min 20, Max 40, Avg 30

Neste caso, o XP também leva a melhor. Não há diferenças visuais no jogo, e no XP consegue-se um frame rate de 33fps de média no benchmark de GPU do jogo. Em modo Dx9 no Vista, temos 32 fps, que é 1fps a menos, dentro de uma margem de erro.

Agora, em modo "Very High". No XP, são usados tweaks que habilitam as configurações do Very High usando Dx9 (explico-as abaixo):

- (Dx10) Windows Vista Sp1 X64: Very High -> Min 9, Max 25, Avg 20
- (Dx9) Windows Vista Sp1 X64: Very High (tweak) -> Min 16, Max 30, Avg 25
- (Dx9) Windows XP SP3: Very High (tweak) -> Min 20, Max 36, Avg 29

Nenhuma novidade aqui; No Vista, Crysis no Very High aqui é injogável (Leia-se injogável qualquer coisa abaixo dos 30 fps). No XP, os menos exigentes até podem arriscar, temos o limiar do aceitável.

Pra quem não bota fé que o jogo com tweaks no Dx9 fica IGUALZINHO ao rodando em Dx10 nativo ficam as screens:


Windows XP - High


Windows XP - Very High Mod


Windows Vista - Very High

Nestas screens vemos outros efeitos do Crysis só disponíveis em Very High: O uso do algoritmo FFT para criar o movimento realista do oceano (só dá pra ver bem jogando mesmo, mas dá pra notar uma irregularidade do oceano na imagem), e o Sub Surface Scattering nas folhas do coqueiro, juntamente com os "sun shafts" (estouro da luz do sol pelos objetos). Estou citando estas características gráficas, porque elas realmente fazem de Crysis um jogo único graficamente.

Todos estes recursos realmente compensariam uma migração pro Vista: O jogo é outro. Só que a Crytec foi PWNED por ela própria, quando alguém descobriu os arquivos de config do jogo e os alterou.

Logo, Crysis no Vista, Semi-FAIL.

TESTE 3: Devil May Cry 4

Config: 1280x1024 0xAA 16xAF Vsync ON - Super High

Esse eu estava esperando pra jogar faz tempo... Sim, sinto saudades de jogos meio hack 'n slash. E a Kyrie é muito bonitinha, apesar de nariguda: Aliás, todo mundo na Capcom é narigudo.


Ah, Kyrie...

DMC4 é uma conversão direta feita pela própria Capcom do jogo já lançado para PS3 e X360, para PC. Diferente dos ports passados (DMC3, RE4), este realmente presta: Não há problemas gráficos, nem de desempenho, nem nada.

Porque escolhi Devil May Cry ?

DMC é o "DEPOIS". Saiu dia 15. Foi otimizado para Dx10. E diferente dos demais jogos citados (e todos os outros, por sinal), a diferença gráfica rodando em Dx10 é realmente visível e, pela primeira vez, me fez preferir jogar neste modo devido ao ganho gráfico:

Em DMC4 eu usei o próprio benchmark do jogo, logo, tenho screens :


O desempenho é muito maior em Dx9? É. Mas, neste caso, a diferença do gráfico entre as duas versões realmente não compensa o ganho de frame-rate; o jogo mantém ótimas taxas de desempenho em Dx10, raramente caindo abaixo de 60fps, perfeitamente jogável, e com um gráfico muito mais interessante visualmente.


Devil May Cry 4 - Dx9


Devil May Cry 4 - Dx10

Condição importante: A diferença visual não é tão notada nas primeiras fases do jogo: Estas parecem-se muito, para não dizer que são idênticas. Em fases posteriores, como nas de floresta, a diferença é grande. Mas cabe um aviso aqui: Talvez o problema seja nos drivers da ATI ou no jogo, porque, como podem ver nos ScreenShots acima, a versão Dx10 é bem melhor. Tão melhor que fica até esquisito. Já no começo, não:


Dx10


Dx9

DMC4, no Vista, VALE A PENA. (Caso a diferença seja realmente uma vantagem, e não um erro de driver)

A intenção deste meu post é simples: Mostrar que o uso do Dx10 evoluiu. Hoje, os programadores conseguem explorá-lo de modo mais satisfatório, dando uma real vantagem nos jogos que usam este recurso.

Mas tudo isso tem um preço: Simplesmente NÃO DÁ pra usar Dx10 em jogos em qualquer placa que seja inferior a uma 9600GT, e olhe lá ainda. Como as placas Mid-end tais quais a 8600GT são dominantes, jogos usando a nova tecnologia da Microsoft não são uma realidade para muitos.

E, em todos os testes, o XP teve desempenho melhor que o Vista, em iguais condições. Mesmo hardware, mesmos drivers (mesma versão, inclusive, o Catalyst 8.6), em Dx9, o XP sempre foi melhor. Mas disso tudo tira-se a lição também que a diferença do XP pro Vista cai significativamente com o tempo, chegando a ser desprezível hoje em certos jogos: Isso talvez credibilize alguém a comprar o Vista pensando TAMBÉM em jogos, já que o mesmo não compromete neste sentido. Mas complica a avaliação de alguém que pense em adquirí-lo APENAS pra jogos, o que eu, sinceramente hoje, ainda não recomendaria. Compre um X360.

Mas num futuro próximo, quem sabe.

E qualquer erro, me perdõem. Este review foi feito no notepad.

relacionados


Comentários