Meio Bit » Baú » Miscelâneas » Hawaiian Airlines vai oferecer iPads mini para passageiros a partir de setembro

Hawaiian Airlines vai oferecer iPads mini para passageiros a partir de setembro

Empresa aérea vai trocar equipamentos de entretenimento de bordo por 1.500 iPads mini que estarão a disposição dos passageiros

30/08/2013 às 14:00

ipad-mini-on-a-plane

É um fato que as empresas aéreas gostam de economizar, e nem fazem isso por serem muquiranas (tá, isso também): dentre os custos envolvidos o combustível é um dos mais altos, e qualquer grama não embarcada é importante e faz uma diferença daquelas no fim do ano.

Não é surpresa que a American Airlines e a United Airlines tenham substituindo os manuais de voo por iPads. No fim das contas são milhares de galões economizados e outras milhares de árvores que não serão cortadas, sem mencionar a redução nas emissões de monóxido de carbono. No fim a estratégia agrada executivos, ecochatos e profissionais de saúde, já que os pilotos também não precisam mais carregar quilos de papelada e sofrerão menos com problemas na coluna.

A Hawaiian Airlines fez algo parecido, mas resolveu num primeiro movimento beneficiar o público substituindo o sistema de entretenimento de bordo por iPads mini. A partir de setembro a terceirizada Blue Avionics vai trocar toda a parafernália por 1.500 dispositivos portáteis em catorze Boeings 767-300, permitindo aos passageiros assistirem filmes e shows via streaming de graça.

Ou melhor, quase de graça. A pegadinha (sempre tem uma) é que a empresa vai poder ganhar uma graninha: os passageiros premium e da classe executiva poderão usar os iPads mini sem encargos, mas os da classe econômica que desejem utilizá-los terão que pagar uma taxa extra de 15 dólares por cabeça antecipada, ou de US$ 17 se mudarem de ideia no avião.

Se pensarmos bem não é um negócio tão ruim assim, pelo menos é mais acessível do que o plano da AA, que oferece Galaxy Tabs apenas para a primeira classe.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários