Meio Bit » Arquivos » Hardware » Confirmado: 2013 é o ano dos smartphones flip, ao menos para a Samsung

Confirmado: 2013 é o ano dos smartphones flip, ao menos para a Samsung

Samsung apresenta o Galaxy Golden, novo smartphone flip que comprova que a empresa está mesmo revivendo o formato

21/08/2013 às 11:40

Só para contrariar, dessa vez é "um" japinha

A Samsung definitivamente foi mordida pelo bichinho da nostalgia. A princípio o lançamento de um smartphone flip parecia um caso isolado e reservado à China (onde ele é caro pra chuchu), mas a gigante coreana está de olho em pelo menos todo o mercado asiático com esse novo form factor. Ainda que possa parecer sem sentido, há alguns usuários que sentem falta dos teclados físicos tradicionais, e celulares do tipo ainda vendem bem no Japão, por exemplo.

Depois de lançar o celular do Jackie Chan de luxo e o Hennessy, a empresa revela o Galaxy Golden, que pelas especificações e código (SHV-E400) levam a crer que se trata do tal "Galaxy Folder", cujas informações haviam vazado antes.

AS especificações não são tão fracas: o aparelhinho conta com processador dual core de 1,7 GHz, câmera de 8 megapixels, dois displays Super AMOLED de 3,7 polegadas e Android 4.2 Jelly Bean, ele não deve em nada a bons mid-high no mercado, a despeito do formato que pode afastar usuários mais moderninhos (mas como o mundo dá voltas, poderia atrair hipsters). Se confirmado que se trata do mesmo modelo do PDF, o aparelho contaria ainda com 2 GB de RAM e suporte à rede 4G, mas a Samsung não confirmou essas informações de forma oficial.

samsung-galaxy-golden-001

A Samsung ressalta que o Galaxy Golden possui um sistema de reconhecimento de cartão de visitas, o que dá a entender que se trata de um programa OCR que reconhece caracteres, identifica os campos e armazena os contatos automaticamente.

Não foi divulgada data de lançamento, mas o preço revelado (790 mil wons, cerca de US$ 700) o coloca na escala de preço de um high-end, muito provavelmente direcionando o smartphone para um mercado específico como o mundo corporativo, como o tal sistema de cartões dá a entender. Inicialmente pensado para o mercado interno, não há sequer previsão de que o aparelho virá para o ocidente mas não deixa de ser uma abordagem interessante da Samsung.

Fonte: Samsung Tomorrow via Engadget.

relacionados


Comentários