Meio Bit » Baú » Hardware » Conheça o Veebot, o robô coletor de sangue que pode no futuro deixar o Kid obsoleto

Conheça o Veebot, o robô coletor de sangue que pode no futuro deixar o Kid obsoleto

Startup apresenta robô que promete ser mais preciso do que profissionais treinados no que diz respeito a incisões nas veias

20/08/2013 às 14:17

veebot

Antes de mais nada, uma explicação: no Brasil normalmente se usa o termo flebotomia exclusivamente para identificar o procedimento da incisão na veia, mas nos Estados Unidos ele é usado também para o que chamamos que punção venosa, que é a simples coleta de sangue através de uma agulha, que é o caso aqui.

A flebotomia é um procedimento cirúrgico que, apesar de mais elaborado é relativamente simples, que um técnico bem treinado está habilitado a realizar. Já uma punção é algo mais simples, e uma startup sediada em Mountain View está construindo um robô que em tese seria capaz de automatizar o processo.

Chamado de Veebot, o protótipo é uma versão especializada de um braço mecânico da Epson (conhecidos pela alta precisão) equipado com câmera, sensor infravermelho e ultrassom, além da óbvia agulha. Ao escanear o braço com a câmera, o sensor infravermelho detecta a veia mais propícia para a extração e o ultrassom confirma o fluxo sanguíneo. Uma vez definido aonde o braço vai picar o paciente, a braçadeira se infla para restringir a circulação e a incisão é realizada, coletando o sangue necessário.

A precisão do Veebot atualmente é de 83%, um número alto considerando a pesquisa, mas muito baixo para qualquer um que precise colocar o seu braço na reta. Resta saber se no futuro, mesmo que ele se torne tão ou mais preciso do que um técnico se os pacientes se sentirão a vontade com um robô lhe retirando sangue. Como ele obviamente precisa ser operado por alguém, o mais provável é que os próprios flebotomistas sejam treinados a usá-lo, dando uma opção de escolha aos coitados que precisem encarar uma agulha.

Fonte: ET.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários