Meio Bit » Baú » Games » Nether, mais um interessante MMO de sobrevivência a caminho

Nether, mais um interessante MMO de sobrevivência a caminho

Seguindos os passos do DayZ, Nether é o novo MMO da Phosphor Games que nos colocará como sobrevivente em uma cidade destruída.

20/08/2013 às 13:00

nether

Aos poucos os games estão recebendo uma nova e - a meu ver – interessante leva de títulos que tentam passar aos jogadores uma alta dose de tensão através de vastos mundos onde devemos sobreviver as mais variadas ameaças. Um dos principais representantes dessa nova leva de survival horror é o DayZ, mas temos também o State of Decay, o 7 Days to Die e outro a entrar para esta lista é o Nether, recém anunciado pela Phosphor Games.

Com a aventura se passando em um mundo persistente, nele seremos uma pessoa que deverá fazer o possível para sobreviver numa cidade destruída, seja criando alianças com outros jogadores, protegendo nossos abrigos ou enfrentando seres mutantes que habitam o lugar, mas sempre procurando recursos que nos ajudarão e tomando o maior cuidado possível para não cairmos em uma armadilha.

É claro que as comparações com o mod para o ArmA II são inevitáveis, mas para o diretor Chip Sineni, “a cidade será tão vertical, tridimensional e densa que a experiência da jogabilidade será muito diferente.” Ainda segundo ele, muitos dos funcionários do estúdio são fãs do DayZ, mas os jogos serão complementares, não havendo a necessidade que um seja melhor que o outro.

A julgar pelo trailer de lançamento, de fato a cidade parece ser um dos grandes diferenciais do Nether, já que em muitos casos poderá acontecer de estarmos muito próximos de outras pessoas e nem nos darmos conta disso e de acordo com os desenvolvedores, este tem sido um dos seus grandes desafios, fazer com que o lugar seja grande, mas não grande demais, permitindo que os encontros entre as 64 pessoas que estarão no mesmo servidor seja balanceado.

Se o jogo será tão bom quanto promete, somente o tempo dirá, mas gosto muito dessa ideia de não sabermos se aquele pessoa que vemos a distância é confiável e principalmente de títulos que nos permitam contam uma história diferente a cada vez que jogamos. Só espero que um estúdio relativamente pequeno como a Phosphor sej capaz de gerenciar um projeto tão ambicioso.

Fonte: PCGamer.

relacionados


Comentários