Meio Bit » Baú » Games » Capcom não vai lançar novo Street Fighter para o Wii U. Já os velhos...

Capcom não vai lançar novo Street Fighter para o Wii U. Já os velhos...

Versões de Street Fighter II lançadas para o SNES serão deisponibilizadas para o Wii U, talvez para compensar que o console não receberá Ultra Street Fighter IV

19/08/2013 às 17:30

street-fighter

E lá vamos nós falar de games que não serão lançados para o Wii U mais uma vez. A Capcom já havia dito anteriormente que a política da empresa é sempre acompanhar a janela de lançamentos dos games e lançar versões multiplataforma ao mesmo tempo, o que explica a ausência de Super Street Fighter IV Arcade Edition e Resident Evil 6, ambos lançados antes do console chegar às lojas. Porém quando a empresa anunciou Ultra Street Fighter IV, muitos pensaram que o Wii U também receberia uma versão.

A esperança durou pouco. Perguntado no Twitter por um fã, o produtor Yoshinori Ono disse que a Capcom não está preparando nada para o console no momento, sem dar maiores detalhes. Apesar de não se justificar na parte técnica, se formos considerar as vendas do console a estratégia faz um certo sentido.

Mas a Nintendo e a Capcom não vão deixar seus jogadores desamparados: os três games que foram lançados originalmente para o SNES, Street Fighter II, Street Fighter II Turbo e Super Street Fighter II serão disponibilizados na próxima semana no Wii U Virtual Console, pelo preço de US$ 7,99 cada. E sim, são as versões do console, não as do Arcade.

Na compra de um título, jogadores dos Estados Unidos poderão comprar os outros com um desconto de US$ 0,50. Já os europeus poderão comprar os três pelo preço de dois. Quem possuir os jogos no Wii (onde eles já foram lançados anteriormente) poderá habilitá-los também no Wii U por uma taxa adicional de US$ 1,50/cada.

Se a Nintendo não melhorar o quadro de vendas do Wii U para o mais breve possível, o console periga se tornar além de um console só para games da empresa, uma plataforma de Retrogames que já monetizaram tudo o que podiam, já que as desenvolvedoras não estão querendo se arriscar com o console.

Fonte: Polygon.

relacionados


Comentários