Meio Bit » Baú » Games » Relembrando: Saga Frontier 2

Relembrando: Saga Frontier 2

21/05/2008 às 16:40

Lançado em 1999 pela Square (atual Square-enix), este jogo trouxe muitas diferenças em comparação aos outros jogos de RPG. O jogo faz parte da chamada SaGa serie, que começou no Gameboy em 1989 e tem até hoje 9 jogos lançados, 3 para GameBoy (Makai T?shi Sa•Ga, SaGa 2: Hihou Densetsu e SaGa 3: Jikuu no Hasha), dos 3, apenas o último foi lançado nos Estados Unidos. 3 jogos para Super Famicom (o Super Nintendo) que foram lançados apenas no Japão, são os jogos da série Romancing Saga. 2 jogos para PsOne, Saga Frotier e Saga Frontier 2 e um para PS2, Unlimited Saga.

Nota: gostaria de saber se alguém já jogou algum outro jogo da série, pois tenho muita vontade, algum leitor pode me indicar algum?

Existem muitas coisas nesse jogo que eu não vi em outros. Como os personagens não terem level. Ninguém era do level 50 ou 42, a única coisa que acontecia era o HP (health point, ou a vida), o BP (battle point) e o MP (magic point) máximos subiam de vez em quando. Outra coisa bem interessante também é o sistema de lutas. Essas características marcaram, Saga Frontier 2 é um jogo único na minha concepção.

História

O jogo segue duas histórias distintas, mas que em certos momentos elas se cruzam. A primeira história é do jovem Gustav, desde seu nascimento até ... (ops, spoilers aqui não :)). Ele era o herdeiro do trono, mas quando criança, na cerimônia de "iniciação" percebeu que ele não tinha Anima (necessária para ter mágica e vida) isso foi um grande insulto para seu pai. Ver em seu próprio filho um derrotado que não conseguia fazer o básico, que qualquer planta poderia fazer, ficou a dúvida de como ele era um ser vivo! E no auge da vergonha de seu pai, Gustav é deserdado e, junto com ele, vai sua mãe no início de uma grande aventura para recuperar o trono do qual ele tem direito. A segunda aventura gira em torno de Willian Knight, um aventureiro que procura por tesouros ao redor do mundo. Durante sua jornada, muitos amigos e muitas surpresas acontecem.

Para iniciar o jogo, sugiro que comece com a história do Gustav, pois nela existem mais tutoriais e lutas mais simples. Na primeira vez que joguei comecei com a história do Will e demorei para me acostumar com o jogo.


Willian Knight partindo para sua jornada

Modo de jogo

O jogo não é livre, como em um Final Fantasy que você pode sair andando livremente pelo mundo. Para jogar escolhe-se "fases" que contém pedaços da história e um objetivo a ser resolvido. Algumas dessas fases nem são jogáveis, apenas complementam a história. Mas não pense que você pode jogar "tudo errado" pois seu personagem continua "tudo errado" na próxima fase. Algumas fases são jogadas rapidamente, algo de 10 minutos, enquantos outras levam no mímino algumas horas para serem completadas, principalmente as do Will Knight por terem finalidade de exploração.

Modo de luta (o melhor!)

Basicamente existem dois tipos de lutas em Saga Frontier 2, a individual e a em grupo, já explico melhor sobre elas. Primeiro quero falar sobre os "levels". Lembra que acima eu disse que os personagens não sobem de level, isso mesmo. Cada um tem um level para cada arma. Eu posso ser level 50 na espada, mas level 2 em arco e flecha. Existem 5 tipos de armas. Espada, arco e flecha, machado, lança e também com as mãos (não é arma mas é um modo de luta). As armas também tem uma durabilidade e se não forem levadas ao ferreiro, elas quebram, existem umas que vale mais a pena comprar uma nova mesmo, mas existem as especiais e vale cada dinheiro gasto no ferreiro para o conserto, que é bem caro.

Modo individual: quando você entra em uma luta no modo individual, escolhe-se alguém da sua equipe para lutar contra o adversário. Em muitos momentos da história do jogo você está sozinho (a maioria das vezes com o Gustav). Dependendo da arma que está equipado pode-se escolher 4 entre 4 golpes básicos. Fazendo uma combinação que será seu ataque durante a rodada. Existem golpes especiais que resultam de certas combinações de golpes, por exemplo: se uar "slash + slash + backslash" com a espada solta um golpe especial mais forte. Essa é a parte mais legal. Lutar para descobrir e "destravar" os golpes especiais das armas.

Modo em equipe: joga-se com 4 personagens e escolhe-se primeiro toda a ação de todos os personagens, só depois a ação começa. Definindo quem ataca primeiro pela velocidade do mesmo. Neste modo, aparecem todos os golpes especiais "destravados" no modo individual e cada um tem um preço em BP.

Conclusão

Saga Frontier 2 é um jogo que me marcou pelo modo diferente de se jogar um RPG e também pelo modo de luta ser diferenciado do mais comum visto em quase todo jogo (attack, magic, item, defense). Recomendo aos que gostam dos games da ótima leva de RPG's do PsOne. Se você já jogou este jogo, diga-me, o que achou dele? A seguir um vídeo do jogo para complementar meu post :D.

relacionados


Comentários