Meio Bit » Baú » Games » Videogames tornam as pessoas menos violentas

Videogames tornam as pessoas menos violentas

03/05/2008 às 11:27

Após anos de pesquisas, os psiquiatras formados pela universidade de Harvard, Lawrence Kutner e Cheryl K. Olson chegaram a conclusão de que os videogames não tornam as pessoas mais violentas. Eles publicaram um livro chamado Grand Theft Childhood onde expõem o resultado e dão dicas de como crianças podem aproveitar os games.

No livro eles revelam que em suas entrevistas, as crianças que não tiveram contato com videogames apresentaram vários indícios de que podem desenvolver comportamento violento ao longo a vida. Segundo os pesquisadores, isso acontece pois graças aos videogames, várias crianças conseguem se socializar mais facilmente simplesmente conversando sobre o assunto com outros jogadores. Eles afirmam ainda que o efeito dos games violentos sobre as pessoas é algo temporário e que pode ser comparado com a adrenalina que sentimos ao ver um filme de ação, mas que não nós leva a bater nas pessoas, por exemplo.

Particularmente não sei se concordo muito com as afirmações dos psiquiatras. Acho que o assunto é muito complexo e chego a pensar que a violência nem deveria ser atrelada ao videogames (ou ao cinema) de uma forma ou de outra. Dizer que fulano cometeu tal maluquice porque jogou ou não jogou videogame me parece uma forma de desviar a atenção do mais importante, o fato de que, atualmente, a violência está banalizada e matar outra pessoa é algo "relativamente normal". Agora, se isso é culpa dos videogames ou não, acho que já é outra história, talvez devêssemos pensar nas atitudes da sociedade como um todo.

Dica do leitor: Marcelo Carvalho Diez

relacionados


Comentários