Meio Bit » Baú » Games » O futuro são os casuais

O futuro são os casuais

16/04/2008 às 12:02

Olá pessoal,

Este post deveria ter saído antes do das pesquisas, mas acabei me atrasando, então segue aí.

Hoje sem dúvida nenhuma é a geração da guerra dos consoles, a geração dos bons gráficos, da boa jogabilidade, da complexidade e talvez seja por causa desse último item, a complexidade, que o crescimento de um tipo de jogo que só está presente em sua maioria em PCs e em um videogame de 3ª Geração, o Wii, é o maior registrado... e eu estou falando dos jogos casuais.

Para quem não sabe, os jogos casuais são aquele tipo de jogo que você só pega para usar como passatempo, são de fácil compreensão, regras simples e fácil de se jogar e pasmem, eles estão presentes há muito tempo no nosso mundo, desde a época do monitor monocromático.

Mas porque esse tipo de jogo que na maioria das vezes é tosco, faz tanto sucesso? Simples, porque é divertido. Os videogames de hoje em dia, têm se preocupado mais com os gráficos, do que com a diversão, já vi pessoas jogando e já joguei também, RPGs cujo gráfico é lindo, mas a história é fraquinha, fica passando milhares de CGs e filmes e você não joga o jogo na realidade.

Quando tínhamos uns 7 anos jogávamos jogos casuais no monitor monocromático e provavelmente com nossos pais, mas quando chegou a nova era de PCs e por conseqüência games, os jogos casuais perderam o efeito para mim, por causa dos Adventures da Lucas Arts (Day of the Tentacle, Sam & Max, Monkey Island) e os jogos de corrida como Indy 500 e etc. e aqueles jogos toscos foram ficando para trás, perdidos em disquetes de 5 e 1/4 e em códigos escusos que você nem sabia que existiam no seu computador. Mas a grande pergunta é: Será que caras da idade do meu pai continuaram jogando?

Tudo leva a crer que sim, mas nunca houve tanta mobilização naquela época, de fabricantes e anunciantes para esses games quanto hoje. Os casual games, ou jogos de passatempo, hoje, não são apenas criados por nerds que não tinham nada o que fazer e que sabiam um pouco de programação. Empresas gigantescas estão por trás deles e investem milhões em marketing para trazer cada vez mais usuários para esses tipos de jogos. Mas porque o sucesso disso?

Com o constante crescimento da Internet e de ferramentas que agilizam os processos, o trabalho de cada um aumentou e o tempo para fazê-los diminuiu consideravelmente, então o stress do dia-a-dia, precisa de uma válvula de escape. Com a forte entrada das mulheres no mercado de trabalho, as antigas mães e donas de casa, deram lugar a mulheres que precisam provar o seu trabalho dia após dia frente a homens que acham que sabem muito mais que elas, aí elas chegam em casa estressadas depois de um dia cansativo e o único tempo livre que elas tem, elas tem que passar com o marido e com os filhos, ou se não tiverem nenhum dos dois, apenas descansando e se preparando para o dia seguinte.

Resumindo, enquanto os filhos ficam jogando videogames, dando tiros em monstros, salvando princesas em MMOs, roubando carros (deixo claro que sou totalmente contra esse tipo de jogo), os pais passam o tempo, logo depois do almoço, ou naquele finalzinho de tarde, ou naquela noite de insônia, com os jogos casuais, que são muito bem feitos e que acima de tudo são muito legais.

relacionados


Comentários