Meio Bit » Baú » Games » Em qual jogo você é realmente bom?

Em qual jogo você é realmente bom?

24/03/2008 às 16:18

Todo jogador têm uma pérola no vídeogame e diz: "neste jogo eu sou bom e ninguém ganha de mim!" Acontece muito com meus amigos e vejo muitas vezes gente falar do que pode fazer. Qual a finalidade do vídeogame? Entreter, gerar diversão certo? E construir disputas é uma maneira de chegar à essa finalidade.

Muitos que lêem o Meio Bit Games pensam, nossa! O Dori, o Romulo, o Marcelo, o Rafael e o Rodrigo devem jogar muito! Devem ser mega campeões nos vídeogames por aí. Não posso responder por eles, mas tenho quase certeza (detalhe para o quase) que os outros editores deste site/blog sobre games passam pela mesma situação que a minha. Trabalho um monte todos os dias e jogo o "tempinho" que sobra à noite e nos finais de semana. Hoje tenho apenas um Nintendo DS, pois meu Playstation 2 foi "prás cucúias" há algum tempo, e ainda jogo muito pouco, principalmente comparado à minha adolescência. Assim, tenho as minhas pérolas dos games.

Quando eu fiz o review do Elite Beat Agents pensei: "nossa, eu sou bom nesse jogo!" No primeiro comentário já me caiu a ficha da realidade. Eu sou horrível, nem abri o modo das divas. Tinha esquecido que existem jogadores que se divertem apenas terminando o jogo (meu caso) e têm jogador que só se sente satisfeito depois que destrói o jogo no meio! Posso não ser o mestre dos jogos mas espírito competitívo é meu forte (ou meu fraco). Não gosto de ficar me achando antes de uma disputa, mas também não gosto nem de perder em par ou ímpar!

Um jogo que sempre joguei, desde que me conheço por gente, é o Winning Eleven. Esse eu digo, sou bom! Não sou o melhor do mundo, muito menos do Brasil, mas tenho certeza que o melhor do Brasil passaria por maus bocados se jogasse comigo. Sou jogador desde a época do PsOne, quando se colocava o Roberto Carlos no ataque por causa do seu chute e velocidade :D. Um certo dia surpreendi muita gente jogando com a Ucrânia do, então "desconhecido", atacante Shevchenko e eliminei Brasis, Itálias, Holandas dentre outros. Em 2006, participei de um campeonato de Winning Eleven 9 (o melhor que eu já joguei para o Playstation 2, nota que eu não joguei o PES 2008) com o "modesto" mas eficiente Villareal. O campeonato era de pontos corridos, tínham 11 participantes ao total, 5 televisões e, claro, churrasco :D. Fui campeão praticamente invícto, perdi algumas partidas apenas quando o caneco estava encaminhado no final do campeonato. Depois deste campeonato, vieram mais 2 que fui chamado pelo mesmo pessoal. Um fui vice-campeão e outro consegui um 4° "suado" lugar (aos trancos e barrancos).

"Nossa! Tá se achando." Você pode estar pensando. Mas eu já ouvi cada coisa por aí de pessoas que acham que jogam muito mas na verdade estão apenas começando naquele game. E você, leitor, têm algum jogo que você bate o pé e diz: "esse eu sou bom mesmo!"

Aproveito este artigo para lançar um desafio. Como eu moro na mesma cidade que o Dori Prata, eu o desafio para uma partida de Winning Eleven. O que vale é competir, mas vou ficar "p" da cara se não ganhar!

relacionados


Comentários