Meio Bit » Arquivos » Games » Taikodom

Taikodom

24/03/2008 às 16:32

MMO Rpg não é muito minha praia, só joguei um pouco de Lineage 2 e um pouco de Ragnarok Online. Mesmo assim não pude deixar de testar Taikodom, não só por se tratar de um game brasileiro como também por ter uma temática futurista.

Ambientação

A Hoplon promete para o futuro um mundo riquíssimo em Taikodom, com possibilidade de se jogar em diversos cenários de campanha em diversas épocas diferentes. Por enquanto temos apenas o cenário “Consortium”.

UPDATE: O pessoal da Hoplon mandou uma pequena correção sobre o que será o cenário Consortium.

Na verdade, hoje temos somente o beta do Game de Ação FPS, (o primeiro dos quatro games em desenvolvimento) e o Taikodom Consortium será a denominação do jogo completo, ou seja vamos chamar de Taikodom Consortium quando todos os quatro jogos estiverem prontos e entregues (Game de Ação, Game Tático, Game Estratégico e Metaverso).

Estarão disponíveis no site oficial do jogo livros e quadrinhos sobre o universo de Taikodom. Por enquanto podemos ler os contos, histórias de personagens e corporações numa área do fórum oficial. Esse tipo de iniciativa dos próprios jogadores é que faz a diferença no universo de um jogo que depende primeiramente deles.

Eu lembro que eu já tinha lido boa parte da história do jogo a muito tempo atrás. Agora não conseguir reler tudo para explicar pra vocês pois essa área do site está em manutenção. Mas tenham certeza de uma coisa, o universo do jogo é complexo e envolvente.

Diversos gêneros em um só jogo

Taikodom tem uma ambição bem grande, unir diversos gêneros de games em um só. A idéia é unir MMO Rpg, jogo de ação espacial, RTS 4X e jogos sociais. Pelo que eu joguei, apenas o grosso das partes de MMO Rpg e de ação estão prontas. Ainda falta, na minha opinião, refinar algumas coisas, principalmente na parte gráfica.

As demais partes do jogo ou estão em pré-produção ou ainda na parte conceitual, o que significa que elas devem demorar um pouco para serem lançadas.

Ok, vamos falar do que está pronto

O universo de Taikodom é dividido em nodos, um nodo é como se denomina uma região do espaço, no Sistema Solar temos o nodo Terra e nodo Júpiter por exemplo.

Dentro de cada nodo existem estações. Estações são como bases espaciais com propósitos diferentes, um pode ser uma fortaleza pirata, estação de reparos, mercantil ou residencial. O legal das estações é que cada uma vende apenas o que pode e compra apenas o que precisa e o preço das mercadorias varia de acordo com as leis de oferta e procura.

Nesse jogo você é obrigado a cumprir missões para progredir. As missões são dadas por agentes, NPC’s que ficam lotados em alguma estação. As missões podem variar de simples reconhecimento de terreno até abate de piratas e patrulheiros traidores. Você sempre é remunerado de acordo com a dificuldade da missão e ainda pode ganhar algumas recompensas a mais como armas e o direito de fazer testes para poder usar novas armas e naves, os certificados.

Certificados são como “carteiras de motorista” ou “licença para portar armas”. Existem diferentes tipos de certificados para diferentes tipos de naves (caça, cargueiro e bombardeiro) e também são necessários certificados de nível maior para obter armar de maior poder de fogo. Você pode obter certificados cumprindo pré-requisitos mínimos e depois falar com o agente certo para que ele possa lhe passar um teste. Pague o preço do teste, cumpra-o com sucesso e o certificado é seu.

Uma coisa que eu achei legal foi a idéia de O.N.I. (Organizador mental intercraniano). É basicamente um computador que todos em dentro da cabeça para realizar operações como transações financeiras e enviar e receber mensagens. Os certificados precisam estar instalados no seu O.N.I. para poderem ser usados e o O.N.I. tem uma quantidade memória limitada. A idéia é muito boa, mas precisa melhorar a interface.

Corporações, Contratos e Esquadrões

Corporações no cenário do jogo são empresas, do ponto de vista do jogador mais prático são Guildas. Existem diversas corporações de NPC’s com histórias muito bem boladas e também os próprios jogadores criam histórias excelentes para suas corporações. As corporações são registradas com agentes específicos.

Contratos são acordos formalmente tratados entre jogadores. Até onde eu joguei não encontrei nenhum contrato disponível, mas os imagino sendo algo como “compro 300 de hidrogênio por T$1000” (T$ é a moeda de Taikodom) anunciado nas estações.

Esquadrões até onde eu entendi são parties. Eu não encontrei nada sobre esquadrões no site de Taikodom e nem consegui formar um, apenas vi jogadores falando sobre isso.

Mineração e Ordens de Produção

O jogo permite que você minere em busca de riquezas e material para produzir itens. Para minerar você só precisa atirar em um asteróide até destruí-lo e depois pegar os seus restos. Minerar ficou uma coisa bem simples e artificial, seria legal se os jogadores pudessem dispor de equipamentos de mineração que detectassem em qual região tem um tipo de mineral mais raro e em vez de usar canhões para destruir asteróides, usassem itens específicos de mineração mesmo. Acho até que isso geraria um plot legal no jogo, corporações de players brigando por zonas de metal mais raro.

Você também pode craftar itens com ordens de produção. Também vendo pelo lado do jogador mais experiente de MMO’s, O.P’s são recipes de itens. Leve a OP certa junto com os componentes para o agente certo e pronto, seu item está feito. Essa foi mais uma coisa que eu achei que poderia ser mais caprichada. Acho que os próprios jogadores deveriam se especializar em fabricar itens. Seria mais uma classe de jogador além de caçador e minerador.

Jogabilidade, Naves e Combate

Você pode escolher entre quatro tipos de naves, Caças, Bombardeiros, Cargueiros e Exploradores. Caças são naves rápidas, com alto poder de manobra, ideal para quem gosta de combater com velocidade. Bombardeiros já são mais indicados para quem gosta de combater com armas pesadas e não se importa em sacrificar um pouco a velocidade. Cargueiros são naves mineradoras com grande capacidade de armazenamento. Exploradores... Bem, não sei, o site faz referencia a esse tipo de nave, mas ainda não vi nenhuma, possivelmente porque não tive coragem de me distanciar muito do nodo Terra.

As naves têm dois tipos de barras de energia, Shields e Hull. Quem já viu pelo menos de relance algum episódio de jornada nas estrelas deve saber que shields são os escudos de energia da nave que devem se destruídos antes que qualquer dano real ao casco, Hull, seja causado. Existem armas especificas para causar danos aos dois, canhões magnéticos por exemplo são ótimos para acabar com os Shields mas quase não causam danos ao Hull. Uma coisa que eu achei meio chato é que o Shield não aparece de formal alguma. Tudo bem ele ser invisível enquanto está intacto, mas serial legal ter efeitos visuais dos danos causados à ele, assim como seria legal ver a nave fumaçando e soltando faíscas quando o Hull estivesse comprometido.

Existem três modos de pilotar uma nave, modo de navegação, combate e cruzeiro. No modo de navegação você pilota a nave com o teclado e deixa o mouse livre para mexer no seu O.N.I. No modo combate você usa o mouse para pilotar sua nave e atirar, quase como num FPS. O Modo cruzeiro é para longas viagens, nele sua nave fica a toda velocidade, você não pode usar suas armas e sua capacidade de manobra fica muito limitada.

Só senti falta de duas coisas, usar joystiq para pilotar e ter um modo de combate com o teclado. E as manobras com o mouse ficaram um tanto estranhas, muito difícil de controlar naves mais rápidas com o mouse. Por favor, Hoplon, pense nisso com carinho.

Gráficos, Física e sons

Graficamente o jogo é simples, mas nem por isso deixa de ser bonito. Os cenários tiveram atenção especial, os planetas, asteróides e Luas estão muito bem destacados. Realmente é difícil dizer quantos jogos tem cenários tão bonitos quantos os de Taikodom. O que eu senti falta foi de efeitos especiais e “partículas” melhores. Poderiam por exemplo mostrar o canhão que você usa acoplado na sua nave, em vez disso mostra as asas vazias e os disparos saem do que parece ser parte dos motores. Uma ultima coisa que poderiam melhorar são as texturas de alguns objetos, asteróides principalmente. Pequenos detalhes podem fazer uma grande diferença.

A física do jogo ainda deixa a desejar. Não foram raras as vezes que eu bati em alguma nave e elas pareceram duas bolas de isopor se chocando.

Voltando aos cenários. Apesar da parte de jogo social e avatares ainda não estar pronta, eles poderiam pelo menos mudar o interior do deck de cada estação, ver sempre o mesmo deck em todas as estações é meio monótono.

Os efeitos sonoros também precisam melhorar. As músicas são até condizentes com os cenários, sempre se que muda de nodo (como chamam as regiões do espaço) a música também muda, mas elas são meio “parecidas”. Também poderiam mudar de música quando entrássemos em alguma estação.

Apesar de todas as críticas que eu teci em relação a esse jogo, é incrível como ele mesmo ainda sendo um beta é muito divertido.

Todas as idéias do pessoal da Hoplon são excelentes e o jogo está indo no caminho certo. Não vamos nos esquecer que ele ainda é um beta e tem muito trabalho a ser concluído.

Seria legal também se pudessemos descer até os planetas, e visitar algumas cidades. A gente por enquanto se for na direção de algum planeta fica só andando infinitamente.

Só espero que alguém da Hoplon veja esse review e leve minhas sugestões em consideração.


- Utiliza uma temática pouco explorada;
- Universo complexo e ainda progredindo;
- Comunidade de jogadores disposta a tornar o jogo melhor;
- Ideias ótimas para o jogo, como a promessa de misturar vários gêneros.


- Precisa melhorar em vários aspectos técnicos;
- De vez em quando o servidor fica com um lag terrível;
- A não possibilidade de descer para os planetas (ainda ...).

relacionados


Comentários