Meio Bit » Arquivos » Games » Halo 3

Halo 3

17/03/2008 às 12:10

Uma das melhores coisas que existem é queimar a lingua em relação a algo. Comigo aconteceu isso e o responsável foi o jogo Halo 3. Depois de não ter muita expectativa sobre o game, saiba o que achei da aventura de Master Chief e tente entender porque todos idolatram tanto este game.

A destruição do Universo

Ao contrário do que muitos o pensam, a série Halo possui um enredo extremamente complexo. Para resumir, os jogos se passam durante o século 26 e giram em torno de uma guerra espacial entre humanos e um grupo de de raças alienígenas conhecido como Covenants. Para combater tal ameaça, os humanos enviam um exercito de super soldados modificados geneticamente, os Spartan II. Seu papel será controlar o último destes soldados, o Master Chief.

Os Covenants possuem sua hierarquia baseada na religião e acreditam que a humanidade é uma afronta à sua crença. Para por fim ao seus inimigos, os alienígenas partem em um cruzada que é iniciada com a ativação de várias armas espalhadas pelo universo, os Halos.

Muita publicidade (para o bem e para o mal)

É sabido que Halo 3 foi muito divulgado, antes, durante e depois de seu lançamento e embora isso tenha servido para vender vários milhões de unidade, também teve seu lado negativo. Muitos jogadores que não estão familiarizados com a série acabaram pegando raiva de Master Chief e sua turma, achando que o game não passa de um caça-níqueis.

Eu mesmo tenho que admitir que não era muito fã da série. Isso se deve principalmente pela impressão que tive do primeiro jogo. Após ter jogado ele no pc, achei que o título carecia de identidade própria e que se tornava muito repetitivo após algumas fases.

Após jogar Halo 3 comecei a entender melhor o motivo pelo qual as aventuras do Master Chief são tão famosas nos Estados Unidos. É óbvio que muito se deve a publicidade feita em cima do jogo, mas temos que levar em consideração o estilo (FPS são extremamente populares na terra do Tio Sam), a sensação de heroísmo presente no game e porque não, a analogia com uma guerra santa real, tão conhecida por todos.

Gráficos mais bonitos com o passar do tempo

A parte gráfica de Halo 3 é estranha. No começo do jogo, nada impressiona muito. Embora o jogo possua texturas muito bonitas, a impressão que temos é de que se trata de um jogo comum.

Após alguns minutos, você começará a visitar lugares cada vez maiores e aí os gráficos mostram seu verdadeiro potencial. Com ambientes muito bem criados, vários inimigos lhe enfrentando ao mesmo tempo, naves cortando os céus e travando batalhas, além de veículos e seres robotizados, os gráficos prendem a atenção dos jogadores e muitas vezes nos fazem ficar de boca aberta. Sem falar nos efeitos de fogo, água e fumaça que não deixam por menos. Talvez o grande destaque seja mesmo a iluminação e as texturas.

Muito barulho

A parte sonora do game é ainda melhor que a visual. Com músicas orquestradas dignas das grandes produções de Hollywood, o título ainda conta com efeitos especiais alucinantes e explosão que farão sua casa tremer, caso tenha um bom home theater. Some a isso ótimas dublagens e que tornam o jogo ainda mais real.

Vale notar que o jogo foi lançado completamente em português do Brasil, inclusive as dublagens.

Filmando e tirando fotos

Como a Microsoft está dedicada a estabelecer de uma vez por todas a interatividade de seu console com a internet, Halo 3 possui um detalhe muito interessante. Há um poderoso editor de vídeos no game e isso permite que você reveja na integra todas a missões completadas. Ou seja, terminou uma fase, vá no editor e assista um replay de suas ações. A qualquer momento é possível parar, mover a câmera, ir para outros lugares da fase e até tirar fotos.

Depois é possível fazer o upload das imagens ou dos vídeos para o site da produtora e mostrar para seus amigos. Você já parou para pensar nas possibilidades que isso abre? Só nesta parte do jogo é possível perder várias horas. As fotos abaixo, por exemplo, foram tiradas por mim usando os recursos do game.

Online para todos

Embora a campanha single player seja relativamente curta (cerca de 7 horas), sua parte online proporciona muita diversão. Mesmo o game não trazendo nenhuma grande novidade, o que merece destaque é a facilidade em aprender "os esquemas" das disputas online.

Ao contrário da maioria dos jogos com multiplayer pela internet, Halo 3 não exige horas e horas de treinamento para que o jogador consiga se divertir. É óbvio que no começo você irá morrer muitas vezes, mas mesmo assim é possível matar vários adversários já nos primeiras partidas.

Uma característica do jogo pode ser considerada boa e ruim ao mesmo tempo. Em Halo 3 sua barra de sangue se regenera com o tempo e para os novatos isso é bom. Tomou uma saraivada de tiros mas ainda está vivo? Basta se esconder por alguns segundos e voltar para a batalha novinho em folha. Isso também adiciona alguma estratégia aos embates e cabe a você decidir quando é hora de bater em retirada.

Veredicto

Épico. Sempre que aparecer o nome Halo 3 deveria vir a palavra épico ao lado. A grandiosidade do game é absurda e a sensação de estarmos mesmo salvando a raça humana nunca foi tão bem explorada como no jogo da Bungie.

Este com certeza é um jogo obrigatório para os donos de um Xbox 360, mesmo que você não goste de FPSs. Acredite em todas as publicações que deram notas altas para o jogo, eles não estavam exagerando. Podemos até questionar se o "hype" em cima do título é merecido ou não, mas o fato é que os felizardos que deram uma chance ao game com certeza viveram uma aventura memorável, nem que precisemos desconsiderar o seu início um pouco monótono.

Prós:

- História muito bem contada e envolvente;

- Poucos jogos conseguiram passar tão bem a sensação de heroísmo como Halo 3;

- Multiplayer online de fácil acesso e altamente viciante;

- Parte técnica acima da média, com gráficos e efeitos sonoros muito bonitos.

Contras:

- Modo campanha é curto;

- Mesmo tendo gráficos muito bonitos, hoje o console já possui games mais impressionantes.

relacionados


Comentários