Meio Bit » Baú » Games » Análise: Elite Beat Agents

Análise: Elite Beat Agents

03/03/2008 às 12:03

Neste final de semana, passei mais de 20 horas dentro de um ônibus. A minha única salvação foi meu equipamento de viagem que continha 4 coisas fundamentais. Um nintendo DS, um fone de ouvido (pra não ficar atrapalhando ninguém na viagem), Mario & Sonic at the Olympic games (que em breve também terá uma análise) e Elite Beat Agents, o alvo deste artigo.

Desenvolvido no ano de 2006 pela Inis, empresa japonesa que ganhou alguns prêmios por causa deste jogo. Elite Beat Agents chega ao extremo no quesito diversão! Beirando à perfeição. A mecânica do jogo funciona assim. Os agentes ajudam certas pessoas a completarem seus objetivos como por exemplo. Ajudar um casal de jovens a cuidar das crianças, ajudar moças indefesas a escapar de uma ilha deserta, ajudar um cachorrinho perdido a voltar para casa e (na última fase) ajudar a terra de uma invasão alienígena que tentam proibir nossas músicas. E como eles fazem isso? Dançando! Dançando? Mas que besta! No começo até eu achei idiota mesmo, mas joguei uma, joguei duas e na terceira já estava animado e cantando junto (three, two, one, go!) para ver qual era a música da vez, sobre as músicas? Continue lendo que eu falo sobre elas.

Como que eu danço no jogo? Usando a stylus, a canetinha do DS, na tela sensível ao toque. Algumas bolas vão aparecendo na tela e você deve bater (cuidado com a força) com a caneta na tela nessas bolas e assim a coreografia começa. No início, as músicas são MUITO fáceis, mas no final elas são MUITO difíceis, chegando ao extremo que a bateção da caneta na tela fica uma coisa de louco! Durante o jogo, você tem uma barra de energia que conta como sua vida, essa barra lentamente vai caindo e a cada acerto nas bolas, recupera-se um pouco desta energia. Portanto se ficar errando a energia uma hora acaba e game over! Elite Beat Agents tem 3 dificuldades, o fácil (que eu não joguei, não chego a esse extremo), o normal e o difícil. Mas o modo difícil abre apenas quando você termina o normal. Também são abertas músicas novas quando termina-se o modo normal.

Ao contrário de Guitar Hero e seus derivados. Elite Beat Agents tem músicas variadas e não apenas de rock. Essas músicas também são de variadas época, algo que me agradou muito. Foi bem legal ouvir Jamiroquai e Y.M.C.A. enquanto eu jogava. Vamos a uma listinha de algumas músicas do jogo:

  • Sk8ter Boi - Avril Lavigne
  • Highway star - Deep Purple
  • Y.M.C.A. (com direito a coreografia) - Village People
  • September - Earth, Wind and Fire
  • Canned Heat - Jamiroquai
  • Material Girl - Madonna
  • Without a Fight - Hoobastank
  • Jumpin' Jack Flash (a mais fodástica de todas) - The Rolling Stones

O jogo é tão viciante que em algumas músicas que eu perdi várias vezes eu continuava e continuava e tentava mais uma vez. Joguei até terminar a bateria do coitado do DS! Daí eu fiquei chupando o dedo o resto da viagem. Você me perguntaria: "Vale a pena?" Sim! E como vale, o jogo é muito bom, as músicas ficam na cabeça por um bom tempo e as histórias são muito legais e engraçadas! Abaixo segue um vídeo de um viciado ao extremo jogando na última fase (Rolling Stones):

Se você já jogou, deixe seu comentário ou alguma informação que eu não mencionei sobre o jogo, se tiver alguma dúvida, eu posso tentar respondê-la, comente, participe!

relacionados


Comentários