Meio Bit » Baú » Games » Entretenimento é com o Steam

Entretenimento é com o Steam

27/02/2008 às 19:48

Um dos pontos altos da GDC 2008 foi uma entrevista realizada essa semana com Doug Lombari, vice-presidente de marketing da Valve Corporation. Para quem não sabe a Valve é a responsável pelo Steam, uma incrível plataforma com o qual é possível não apenas comprar jogos a preços convidativos mas também baixá-los e instalá-los, tudo isso sem levantar seu traseiro gordo da cadeira.

Segundo Doug a empresa tem planos de distribuir mais do que somente games. "Estamos procurando por mais jogos casuais, e também novos tipos de conteúdo como vídeo e música". Já não é de hoje que vários (e hilários) vídeos de Team Fortress 2 estão disponíveis para download (gratuito, vale citar) via Steam, mas imagine poder baixar legalmente filmes, séries e álbuns que ainda nem chegaram aqui? Seria isso uma versão turbinada do iTunes?

"Ainda existem pessoas que comprarão a Orange Box nas lojas porque preferem ter o produto físico, e pra nós está ótimo já que ambos têm o mesmo preço. Mas o número de pessoas baixando jogos pelo Steam está certamente crescendo", diz ele. É bem verdade que ter caixa, manual e tudo o mais é muito melhor, mas também é igualmente atrativo comprar um produto sem se preocupar com fretes, taxas e principalmente com a boa-vontade da nossa Receita Federal. Nada mais foi revelado sobre as parcerias que estão sendo sondadas, mas o executivo disse que possivelmente até o fim deste ano teremos alguma novidade. É esperar para ver.

Gostei mesmo disso. Com a grande aceitação que o Steam conquistou não é difícil imaginar que possivelmente grandes nomes entrem na jogada, o que seria ótimo para todos, principalmente para a decadente indústria da música, que há anos sofre com sua própria inabilidade em se adequar aos novos tempos. "Pirataria é ruim, claro, mas não acho que é um problema tão grande, ao menos para nós. A maioria dos jogadores ainda quer fazer a coisa certa e pagar por seus jogos. Sempre existirão jogos, filmes e música piratas, mas a grande maioria dos jogadores é honesta e não vai roubar". Concordo que felizmente existem os jogadores honestos e que contribuem com a indústria comprando seus produtos, mas... será que isso corresponde mesmo à maioria? Acho difícil crer. Que os números falem por si.

[via Eurogamer]

relacionados


Comentários