Meio Bit » Baú » Games » Na Rússia, os clãs de video game matam você!

Na Rússia, os clãs de video game matam você!

18/01/2008 às 17:33

Era uma vez um jogo online chamado Lineage 2. Dois clãs rivais: os Coo-clocks, formado em sua maioria por estudantes e os Platanium, formado em sua maioria por homens de mais de 30 anos. Numa bela noite de Dezembro eles se pegaram na porrada virtual! O time Platanium, liderados por Albert (acho que não quiseram liberar o sobrenome do cara) ganharam essa briga.

De mal, os Coo-clocks marcaram para eles se pegarem na porrada, mas desta vez seria de verdade! Deu no que deu, Albert foi para o hospital e não conseguiu sobreviver aos ferimentos.

Essa história é real e aconteceu na cidade de Ufa, na Rússia. Depois disso nós, jogadores honestos e limpinhos, pagamos o preço desses malucos. É proibição de jogos como Counter Strike e Everquest. É algum tipo de lei maluca do governo chinês. Nos comentários do meu último artigo senti uma enorme lavagem de roupa suja de gente falando mal dos compatriotas que avacalham com os jogos onlines.

Isso pode acontecer aqui no Brasil? Lógico! Não achem que são só os russos que são doidos desse jeito a ponto de matar alguém por causa de um monte de pixels. Não sou a favor da proibição de jogos ou qualquer tipo de limitação para usuários. Cada um joga o que quer, mas em casa cada um deve ter educação, educar seus filhos e ser educado com seus pais para saber que existem horas de jogo e horas de "vida real".

Fico muito triste em dizer que mortes são geradas por causa do meu trabalho. Queremos apenas trazer diversão e não violência.

[via Gamepolitics que viu no Russia Today]

obs: copiei o título do Gamepolitics, literalmente não podia ser outro.

relacionados


Comentários