Meio Bit » Baú » Games » A linha tênue entre o hardcore e o casual

A linha tênue entre o hardcore e o casual

11/01/2008 às 10:33

Ontem à noite, depois de longas oito horas de trabalho, sentei com a minha esposa em frente à tv pra jogarmos um pouco. Cheguei em casa com o recém-comprado Boogie, e nos divertimos por algumas boas horas. Jogabilidade fácil e intuitiva, gráficos engraçadinhos, musicas empolgantes, e lá pelas tantas eu já estava batendo cabeça ao som de Girls Just Wanna Have Fun. Opa, perigo! Ainda bem que é um jogo casual. Ou não? Afinal, o que determina se um jogo/jogador é ou não casual? Talvez a pergunta a ser feita seja "o quanto a vida moderna nos permite sermos jogadores hardcores?"

Quando moleque era uma maravilha chegar da escola, engolir o almoço de qualquer jeito, correr pro videogame e jogar Super Mario World ou Street Fighter até a hora de dormir. Com o passar dos anos, naturalmente, a gente vê o tempo livre ficar cada vez mais escasso, de forma que o total de horas semanais que gastamos jogando não chega perto das que gastávamos quando crianças jogando num único dia. Lembro que quando ganhei meu Nes (na verdade um Dynavision) meu pai teve de economizar o salário de alguns meses de trabalho, mas em compensação eu não deixava o console em paz, tanto que várias fontes ferveram por excesso de uso. Ao passo que comprei meu Wii há cerca de cinco meses e ainda não consegui tempo livre para terminar Resident Evil 4, por exemplo. E quando consigo jogar são poucos minutos matando um punhado de inimigos, encontrando um save point e desligando o aparelho. Ou seja, temos um título tido como hardcore relegado à condição de casual. Da mesma forma, quando rola um feriadão, mesmo um Wii Sports pode ser jogado de maneira hardcore, incansavelmente, até que o braço doa.

Triste constatar que a maior parte do dia é vivida em um escritório, longe da família, sendo que poderíamos estar nos divertindo em outro lugar com quem a gente gosta, assistindo um filme, passeando ou (porque não?) jogando videogame. Já estou ficando deprê, melhor parar por aqui. Afinal é quinta-feira, felizmente o fim-de-semana está chegando e eu já tenho programa pra sábado.

Depois de tanta divagação, meu consolo é saber que alguns de vocês se identificarão comigo. Por falar nisso, sua vida lhe permite ser um jogador casual ou hardcore?

relacionados


Comentários