Meio Bit » Baú » Fotografia » Resenha: "câmera" Lenoxx DC-032

Resenha: "câmera" Lenoxx DC-032

06/09/2008 às 15:25

Primeiro de tudo, peço profundas desculpas ao GIlson. Eu sei que ele adoraria botar as mãos neste admirável equipamento.

A "câmera" em questão é um modelo no-level (vem abaixo do entry level) voltado para o público de baixa renda que quer ter uma câmera digital mas a condição de isento impossibilita. É mais ou menos como o pessoal que tem Fiat Uno e acha que tem carro.

(nota: Eu já tive uma Uno, mas nunca me iludi)

A Lenoxx fica na mesma categoria de marcas como Multilaser, Genius e similares.

2832410063_4ca2f4c81f

A "câmera" vem em uma caixa decente, com:

  • "Câmera"
  • Cabo USB
  • Alça
  • Bolsinha de transporte
  • Manual em português
  • CD de instalação do "software"

As características técnicas:

Resolução máxima de 3.1 Megapixels

LCD de 1,47" com umas 16 cores (se tanto)

16MB de memória interna

Slot para cartão SD de até 1GB

Alimentação: 3 pilhas AAA

Conexão: Porta USB CONVENCIONAL! MORRA CASIO E SEU USB PROPRIETÁRIO QUE ME FAZ LEVAR UM CABO EXTRA PRA TODO LADO! #prontofalei

2832415425_1c22aab515

A Câmera

Sem as 3 pilhas ela parece com um brinquedo. Vagabundo. É a mesma sensação de pegar um OLPC, você sabe que é algo que até "faz alguma coisa" mas tem a sensação de ser bem vagabundo. Seguindo a tendência das compactas, não tem um viewfinder, coisa que acho inútil em digitais, mas aqui seria essencial.

Na lateral esquerda temos a porta USB, na direita a porta do compartimento de pilhas e cartão SD. Embaixo, o adesivo do FCC, demonstrando que eles aprovam qualquer coisa, e um encaixe para tripé, afinal todo dono de Lenoxx DC-023 tem conjunto completo de acessórios fotográficos.

2833258544_05ebdd13cc

Atrás a tela, com proporções quadradas. SIM, perde-se a lateral das fotos quando se visualiza algo ali. Não que dê para identificar muita coisa. Sabem aquelas reportagens que o Fantástico passava mostrando malucos que usavam televisões com estática para "falar com espíritos"? As imagens dessa tela são mais ou menos no mesmo nível de definição. Três botões principais e dois, page up / page down (Marca Registrada Microsoft Corporation, todos os direitos reservados) completam a "interface".

A "Interface" aliás é linda, faria Steve Jobs se roer de inveja se algo assim chegasse perto dele. Roubaria pro iPhone. Ou não. Digamos que mesmo lendo o manual, não consegui ainda ser bem-sucedido em apagar uma foto. Se a imagem acima te lembra o Mário (vai, pergunta, "que Mário?") você está no caminho certo. Operar a câmera é como jogar Mario Bros. Sem joystick. Nem teclado. Nem console.

Mas... tudo que esperamos de uma câmera point-and-shit é que a gente aponte, aperte o botão e ela capture alguma coisa, certo? Vamos então testar, usando a Meg, minha cobaia de estimação:

2832403785_ed8ef052d7

link para a imagem full

Impressionante. Uma foto noturna, com flash, não é uma das tarefas mais fáceis. Mas aí resolvi ver a imagem na resolução total, os incríveis 3.1 Megapixels. Notem como a pelagem se tornou uma coisa indistinta, os olhos ficaram completamente estourados no branco e artefatos e pixels sujos infestam a foto.

Vamos testar então comparando com outra câmera, no caso uma Casio Exilim EX-Z75, de 7.2MP mas reduzindo a imagem para 3.1. Abaixo, uma foto tirada com a Casio:

2833269922_f68fa47a55

Aqui a mesma foto com a Lenoxx

2832404525_c77f4db7c5

Não é preciso nem clicar e ampliar para ver que a câmera tem graves problemas de definição e foco. Vamos ampliar e ver melhor:

comparacao

Como dá pra perceber, os tais 3.1MP não ajudam. Minha primeira câmera digital, uma Sony Cybershot P31 tinha 2 Megapixels de resolução e gerava imagens muito melhores.

Vejamos então condições ideais. Centro do Rio, hora do almoço, restaurante sem portas, direto pra rua:

2832569565_87227811f3

link para a imagem em alta resolução

É, nem de dia ela funciona.

Por incrível que pareça ela grava dados EXIF na imagem, e diz ao Flickr que na verdade é uma "SQ Tech. Co.,Ltd SQ908 MEGA-Cam". Uma busca no Google revela um monte de sites em chinês, não muito úteis. Exatamente como a câmera.

Conclusão

A idéia de que "é melhor que nada" não se encaixa aqui. Câmeras dessa categoria são um estorvo. Você perderá muitas fotos, tem pouquíssima margem de manobra se quiser uma ampliação, a interface péssima consome muito tempo e a própria capacidade de reação da máquina é patética. Ao apertar o disparador a câmera mostra uma ampulheta (sério) e só uns 2 segundos depois faz o registro da imagem.

As duas únicas redenções que achei nessa bomba foram o flash e a porta USB convencional (OUVIU, CASIO?). O resto... não vale o salário do Pequeno Ping, que ganha US$0,005 por dia encaixando as telas LCD na moldura.

Origem da câmera: Foi comprada de presente para minha mãe, que reclamava não ter uma máquina digital. Agora ela tem, mostra para as amigas e bota de volta na gaveta, pois como eu previa NUNCA usa. Está satisfeitíssima com o produto. Custou uns R$100,00 na Casa e Video e você NÃO quer comprar um negócio desses.

relacionados


Comentários