Meio Bit » Arquivos » Segurança » O perigo vem de dentro

O perigo vem de dentro

28/08/2008 às 18:27

Existem situações que se não fossem trágicas, dariam boas piadas. Imagine você: o cidadão entra em um famoso site de leilões para comprar um notebook. O comprador, um gerente de TI, após dar uma vasculhada no HD do computador, descobre que o mesmo possui os dados (nome, endereço, número da conta, número do cartão de crédito, nome de solteira da mãe e até assinatura) de mais de um milhão de clientes do Royal Bank of Scotland, American Express e da NatWest (pois isso aconteceu na Inglaterra).

O notebook que estava à venda no eBay, pertencia a uma empresa de arquivamento de dados (Graphic Data) e foi vendido ilegalmente por um funcionário sem que os dados fossem apagados. A Graphic Data é especializada em digitalizar documentos de bancos e instituições financeiras e alega que não sabe como o equipamento foi removido de um local de segurança.

O caso remete ao roubo de um laptop da Petrobras que também continha dados sigilosos da companhia e levanta novamente a questão sobre segurança interna em grandes empresas. Enquanto muitos se preocupam com vírus, crackers e programas maliciosos, continuamos vendas situações onde os p´róprios funcionários acabam vazando informações que deveriam ser guardadas a sete chaves.

[via E-week]

relacionados


Comentários