Meio Bit » Baú » Hardware » 17 cliques para matar o inimigo. Se fosse um jogo já estariam PWNED!

17 cliques para matar o inimigo. Se fosse um jogo já estariam PWNED!

22/08/2008 às 16:07

Reaper

Uma das melhores idéias da última década foi a popularização dos UAVs, os veículos aéreos não-tripulados. Até o Brasil investe na área, tendo já produtos comerciais. São robôs que automatizam a maior parte do trabalho do vôo, ficando os operadores ocupados apenas com a parte da vigilância. De uns tempos para cá alguém tem a boa idéia de instalar um sistema de armas, e se não dá para brincar de Maverick, dá pra brincar de Missile Commander ao contrário, detonando caras maus de 8.000Km de distância.

Só que não é tão simples. O simulador de vôo que você tem em casa, com joystick de R$15 xingling é muito mais amigável.

A grande maioria dos pilotos de UAVs grandes como o Predator é formada de pilotos de caça e transporte aposentados. Então imagine: O sujeito acostumado a tomar decisões em frações de segundo, desviar de mísseis (mais fácil no real do que nos jogos, sério) pensar em 50 coisas ao mesmo tempo dá de cara com uma interface de computador do começo dos anos 90.

Sâo 1.100 pilotos, comandados pelo Coronel Chris Chambliss, que reclama:

"Para lançar um Hellfire tenho que dar 17 cliques em vários menus diferentes. Na minha mente de piloto isso não faz sentido. Eu estico o braço, seleciono a arma e atiro"

Ou o pessoal que projeta essas interfaces acorda ou vai chegar o dia em que o outro lado (seja ele qual for) vai iniciar guerra aérea contra os UAVs, e aí qualquer Pucará argentino vai derrubar Predators e Global Hawks que nem galinhas caindo do telhado.

O que seria um destino justo para uma interface projetada por um comitê de burocratas, que não tem o menor compromisso com o usuário final. (qualquer semelhança com o KDE4 é mera coincidência)

Fonte: National Defense Magazine

PS: Sério. 17 cliques pra lançar um míssil.

relacionados


Comentários