Meio Bit » Baú » Miscelâneas » Livro: "Almanaque Anos 90"

Livro: "Almanaque Anos 90"

22/07/2008 às 1:29

Eu adoro almanaques! Aquela montanha de informação condensada em textos curtos, instigantes... ótima pedida para se "abrir o apetite" e procurar referências mais profundas ou, simplesmente, passear pela tonelada de dados...almanaqueAnos90

"Almanaque Anos 90" (AGIR Editoria, ISBN 978-85-220-0899-5, 288 páginas, R$ 34,90), de Silvio Essinger, distribuído pela Ediouro, traz "drops" de vários fatos marcantes daquela época que muitos chamavam de "insossa" mas que trouxe enormes revoluções.

São sete capítulos, mostrando os acontecimentos na "Música", "Cinema", "Televisão", "Mídia", "Tecnologia", "Comportamento" e "Esportes", além de uma cronologia.

Claro que fui direto para o capítulo "tecnologia", que já de cara mostra o aparecimento e o crescimento vertiginoso dos CDs no Brasil. Curioso lembrar que economizei um mês inteiro para comprar meu primeiro CD (mesmo não tendo onde tocá-lo, eu precisava ter aquela maravilha tecnológica sob um microscópio)... mais curioso ainda é ver que ainda preciso economizar o mês todo para comprar alguns discos...

O aparecimento do MP3, do Napster, das DCCs... e eu achando que era um dos únicos a ter prestado atenção às Digital Compact Cassete. Zip drives, Powerbooks, o fim da reserva de mercado, Startacs, Sonic, "Bug do Milênio"...

Mas o livro traz muitas coisas interessantes em outras áreas. Cindy Crawford, Linda Evangelista, Claudia Schiffer, Naomi Campbell, Kate Moss... detalhe para uma das últimas páginas: de um lado, a foto da capa da revista "Manchete", mostrando Luma de Oliveira, grávida e nua, se protegendo com as mãos. Ao lado, uma sátira da revista "Casseta Popular" mostrando Bussunda imitando a diva...

A seleção dos filmes mais marcantes da década está ótima e, como nem toda lembrança é doce, há três páginas dedicadas a Ayrton Senna.

Os textos são, obviamente, curtos, mas servem ao propósito: ativar a memória ou instigar a curiosidade. O livro só peca num detalhe: falta um índice (onde estará Wally?). Se bem que o gostoso mesmo é passar página por página e dar boas risadas, se emocionar... é uma obra recomendada a todos os que viveram o período.

Como já é de praxe, tenho dois exemplares aqui para distribuir entre os leitores. Vamos lá, pessoal, qual a recordação mais marcante que vocês têm dos anos 90? As duas melhores levam o livro.

relacionados


Comentários