Meio Bit » Baú » Fotografia » Campanha viral do Skype explora conceito de riso contagioso

Campanha viral do Skype explora conceito de riso contagioso

14/07/2008 às 12:34

Há coisas que são contagiosas: vírus, bocejos, risos... Daí, inclusive, o termo campanha viral, certo? E se uma campanha viral explorar algo que já é contagioso por natureza: o riso?

Foi isso que o Skype resolveu fazer com a ajuda da empresa The Viral Factory: criou uma campanha chamada Skype Laughter Chain para promover o recurso de chamadas de vídeo que recebeu atenção especial na nova versão beta do programa, 4.0, anunciada aqui.

O hotsite da campanha mostra um vídeo (claro!) com pessoas rindo, pede que você grave sua reação ao assistí-lo e envie para ser adicionado à "corrente mundial do riso". As reações selecionadas são acrescentadas ao vídeo original.

A idéia é simples, eficiente e inteligente:

1. não importa que idioma você fale, no mundo todo as pessoas dão risada e ela é universalmente compreendida. Isso dá uma amplitude mundial à campanha.

2. o riso é, de fato, contagioso - o que torna a ação viral pela própria natureza humana. Não tem como não rir assistindo o vídeo.

3. o que é engraçado, faz com que as pessoas comentem - em blogs, por email, no boca-a-boca, etc. Esta é a segunda camada viral da campanha.

4. como tudo é feito em vídeo, o objetivo de chamar a atenção das pessoas para a funcionalidade que eles querem destacar (chamadas de vídeo) é alcançado com facilidade.

Mais interessante ainda, quando o usuário clica o "play" no aplicativo em flash que aparece na home do hotsite com o vídeo, tem a opção (se quiser!) de permitir acesso à webcam e microfone para já gravar sua reação, que é enviada automaticamente. E, para fechar com chave de ouro, o hotsite fornece o código para colocar o aplicativo em websites/blogs. Viral de cabo a rabo, na concepção e na execução. Genial!

Assista o vídeo, dê boas risadas e, se quiser, grave sua reação. Para assistir o vídeo sem gravar nada, é só clicar em "deny" depois de clicar no botão de play (instruções para usuários de Mac aqui).

relacionados


Comentários