Meio Bit » Baú » Indústria » Microsoft descobre que as Ilhas Fiji estão 14 anos no passado

Microsoft descobre que as Ilhas Fiji estão 14 anos no passado

27/06/2008 às 13:39

Fiji é um paraíso tropical que como todo paraíso é muito melhor de visitar do que morar, já que vivem sob um regime ditatorial, sendo que o último Golpe de Estado foi em 2006. Como todo bom governo militar, são megalomaníacos e acham que o mundo gira em torno deles. E que a Microsoft não só sabe que eles existem como tem interesses ocultos.

Ao saber pela mídia que o próximo Windows seria chamado "Windows Fiji", ogoverno de Fiji se revoltou e apontou o promotor General Aiyaz Sayed-Kaiyum (sério, o nome é esse mesmo) para cuidar do escândalo. Ao não ter seus telefonemas retornados, enviou uma carta registrada para Bill Gates, declarando total autoridade sobre o nome "Fiji" e proibindo a Microsoft de utilizá-lo em qualquer produto atual ou futuro.

Não há detalhes sobre as ações que Fiji pode tomar caso a Microsoft não concorde.

World-Map

Há alguns problemas no caso. O principal é que FIJI é o CODINOME INTERNO da versão intermediária do Windows Media Center, não tem NADA a ver com Windows 7. Seria o equivalente ao Egito processar a Microsoft por usar o codinome "Cairo" ou o Morróida processar Redmond por uso não-autorizado do termo "Longhorn".

Eu acho que os militares de Fiji foram mordidos por um Hugo Chavez radioativo, e por algum efeito colateral esqueceram os últimos 14 anos, mais especificamente 1994, quando a Apple foi processada por Carl Sagan, depois que este descobriu que o codinome interno do PowerMac 7100 era "Sagan", e que havia outros projetos de nome "Cold Fusion" e "Piltdown Man", nomes associados a pseudociência e que Sagan não queria ver associados ao seu.

Entendo, se fosse um projeto público. Mas era um codinome INTERNO, General Sagan.

O Astrônomo perdeu, mas mesmo assim a Apple mudou o codinome do projeto para "BHA", Butt-Head Astronomer, ou em tradução livre "Astrônomo Bundão". Sagan processou de novo. Perdeu. De novo. A Apple mudou para LAW, "Lawyers are Wimps", "Advogados são frutinhas".

Agora temos um país que só conhecemos dos desenhos do Pica-Pau, que a imagem mental geral se resume a uma ilha com um coqueiro querendo comprar uma briga dessas? OK, vamos botar o PIB na mesa.

Lucro LÍQUIDO da Microsoft ano passado: US$11 bilhões

Fortuna pessoal de Bill Gates: US$23 bilhões

Produto Interno Bruto das Ilhas Fiji: US$2,6 bilhões

Esse definitivamente é um case de "o meu é maior do que o seu".

Fonte: Stuff/DT

relacionados


Comentários