Meio Bit » Arquivos » Software » Windows Vista vs Windows XP: Diferenças Internas

Windows Vista vs Windows XP: Diferenças Internas

20/06/2008 às 19:50

Uma discussão sempre recorrente aqui no MeioBit é o questionamento sobre as vantagens reais do Windows Vista sobre o Windows XP. Surgem várias respostas, para os quais sempre há uma réplica e uma tréplica. Para o usuário leigo: visual, segurança e DirectX 10 parecem ser bons motivos.

Para o usuário mais bem informado, deve haver "algo mais". O problema é encontrar informação sobre esse algo mais e ter a paciência e o expertise para encontrar e entender. Os artigos que vou citar são técnicos, requerem conhecimentos ao menos básicos de como funcionam sistemas operacionais, I/O, processos, threads, barramentos. Esse post não é um comparativo, mas tem a intenção apenas de informar melhor os leitores interessados e discutir o assunto em um nível superior.

Uma série de artigos do Mark Russinovich, publicados na Technet Magazine, explica as melhorias no kernel do sistema. Os conhecimentos dele são tão profundos que a Microsoft o chamou para ajudar na implementação de melhorias e novas tecnologias já empregadas no Windows Vista, Windows Server 2008 e o futuro Windows Seven.

Uma pequena amostra do tipo de informação você irá encontrar, em português inclusive, é a mudança no tratamento de concorrência de threads.

Todos os kernels do Windows NT, incluindo o Vista, possuem um verificador que roda a cada 10 ou 15 milisegundos para averiguar o status de execução de threads e atualizar quanto cada uma consumiu de ciclos de CPU.
No Windows XP, se a thread xptoA precisa rodar por um intervalo maior que o determinado, não importa, ele assume que sua tarefa foi concluída, interrompe e ainda conta a interrupção como tempo de execução dela. A thread xptoB que precisa de bem menos tempo, ganha um intervalo inteiro só para ela. Depois de concluir a tarefa, a CPU fica sem fazer nada esperando o final desse intervalo, quando a thread xptoA ganha um tempinho novamente.

O maior problema desse tipo de abordagem é que pode ocorrer com certa freqüência uma thread qualquer obter 8 ou 80, ou seja, nenhum tempo de processamento ou tempo de processamento excessivo para executar.

No Windows Vista, esse problema foi solucionado usando-se o contador interno da CPU para saber quantos ciclos são necessários para que uma thread conclua sua tarefa. No caso de uma interrupção das threads xptoA e xptoB, com a mesma prioridade, ele alocará tempo suficiente para cada uma e no máximo 1 ciclo a mais. E as interrupções não contam mais como tempo de execução da tarefa.

Ficou com gostinho de quero mais? Para ler os artigos direto da web ou download a revista em português, gratuitamente, siga os links abaixo. Boa leitura!

Inside the Windows Vista Kernel: Part 1
Mudanças no tratamento de processos, threads e I/O.

Download gratuito da revista, Fevereiro de 2007, em português

Inside the Windows Vista Kernel: Part 2
A segunda parte tem foco em gerenciamento de memória, melhorias na inicialização, encerramento e gerenciamento de energia.

Download gratuito da revista de Março de 2007, em português.

Inside the Windows Vista Kernel: Part 3
A terceira e última parte trata de confiabilidade, recuperação e segurança.

Download gratuito da revista de Abril de 2007, em português.

relacionados


Comentários