Meio Bit » Arquivos » Indústria » O futuro, segundo a Freescale

O futuro, segundo a Freescale

19/06/2008 às 15:12

"Freescale" é o nome da antiga divisão de semicondutores da Motorola. Eles já foram os maiores fabricantes de microprocessadores do mundo (e você achando que era a Intel, hein?!) mas a Microchip os ultrapassou. No entanto, ainda são uma das maiores forças da indústria e uma opinião a ser respeitada.

Segundo Lisa Su, CTO da empresa, por volta de 2015 teremos cerca de mil microprocessadores e dispositivos embarcados ao nosso redor, numa verdadeira revolução do estilo de vida. Segundo ela, o processo de fabricação será o de 22 nanômetros e computação paralela de alto desempenho estará disponível ao usuário comum. Reconhecimento de voz, conexão wireless, dispositivos ópticos e MEMS (Sistemas Microeletromecânicos) estarão embutidos em processadores e sensores.

Hoje existem mais de duzentos fabricantes de microprocessadores e semicondutores em geral, além de uma enorme diversidade de "famílias" de chips. Ao contrário dos microcomputadores, onde o padrão Intel é dominante, no mundo "embarcado" o projetista tem uma gama variadíssima de opções e isso incentiva a competição e a inovação. É comum as famílias de chips terem um "upgrade" (às vezes, uma renovação completa) anual ou mesmo dois.

Tomara que o futuro não acabe com a diversidade.

[via EETimes]

relacionados


Comentários