Meio Bit » Baú » Indústria » Roadrunner: mais um passo para a Skynet

Roadrunner: mais um passo para a Skynet

13/06/2008 às 18:52

Não pode ser coincidência. O mesmo laboratório que num "tour de force" entregou ao mundo aquela maravilha tecnológica comumente chamada "Bomba Atômica", se juntou àquela empresinha que forneceu aos nazistas os computadores que classificavam os judeus (IBM, biduzão) e mostrou ao mundo o "Roadrunner", supercomputador que bateu o recorde de velocidade e quebrou a barreira imaginária do Petaflop: 1,144 PetaFLOPS/s.

Ao custo de US$ 133 milhões, pesa 227 toneladas, tem 12960 chips ao estilo "Cell" e mais algumas centenas de Opterons, da AMD, consumindo 3 MW (Mega Watts) de potência. No total são 116640 núcleos de processamento, o que já é suficiente para atingir o mesmo nível de processamento do cérebro feminino: dirigir um carro (sério).

A primeira tarefa da Skynet, digo, do Roadrunner será no campo militar, claro: desenvolver armas atômicas. A segunda: modelamento climático.

Olhando pelo lado bom, em 2029 a Terra ficará livre de uma peste.

[via: The Register]

relacionados


Comentários