Meio Bit » Arquivos » Fotografia » Microsoft patenteia política de boas maneiras

Microsoft patenteia política de boas maneiras

12/06/2008 às 12:26

A patente se refere a um conceito DMP - Digital Manners Policy, onde os celulares e dispositivos móveis saberão aonde estão e os locais irradiarão informações relativas a quais recursos são permitidos naquele recinto.

Borat

Exemplo: Você entra em um cinema, seu telefone automaticamente assume modo vibracall.

Você vai no banheiro, e sabe que nenhum paparazzi irá fotografar seu bilau, pois o DMP desabilita câmeras naquele recinto.

Você vai em um restaurante, e se sua voz ultrapassar o volume médio da conversação nas mesas ao lado, o celular explode e leva sua cabeça junto. (essa última é idéia minha, mas vou enviar pro Bill o quanto antes)

O problema desse tipo de idéia é que só funciona se todo mundo adotar, e é um caso da tecnologia sendo usada para impor o bom-senso, já que as pessoas são mal-educadas o suficiente para não seguirem regras simples de etiqueta, como não usar o celular no teatro, ou não tirar fotos com flash quando solicitado.

Restaurantes então, são um inferno. Mesmo para quem gosta de fofocas, saber da vida alheia às vezes cansa, e se houver uma tecnologia que me impeça de saber tudo sobre a Marizeide e o caso dela com o Chefe do Almoxarifado, eu sou a favor.

Se a tecnologia for realmente aplicada, vou ficar rico com um bar "camera-fone-free", onde nenhuma câmera funcionará. Será a volta do tempo em que se podia beber impunemente, sem medo do Flickr ou do YouTube.

Fonte: Ars Technica

relacionados


Comentários