Meio Bit » Arquivos » Miscelâneas » Lua bombardeada. Será o Bush?

Lua bombardeada. Será o Bush?

23/05/2008 às 15:40

Desde 2005 foram detectados mais de CEM impactos de meteoróides na Lua, em média com a energia de algumas centenas de quilos de TNT.

Só em 2008 foram 21 impactos.

A ausência de atmosfera faz com que TODOS os objetos, independente de tamanho, atinjam o solo. A explosão é causada pela descarga da energia cinética de um objeto viajando a mais de 50.000 Km/h atingindo um alvo estacionário. O impacto aumenta tanto a temperatura dos destroços que chegam a brilhar, daí o efeito no vídeo abaixo:

Um dos três impactos do dia 4/1/08. Esse foi o das 11:48:36

Em épocas de chuvas de meteoros os impactos aumentam, mas o que deixou a NASA intrigada é que eles nunca chegam a zero. Não existe "trégua" no bombardeio lunar.

A descoberta desses impactos frequentes não vai afetar futuras missões, mas poderá ser um problema quando a colonização ocupar grandes áreas, o que torna estatisticamente mais provável um impacto. Pelo visto as colônias serão subterrâneas mesmo.

No Marshall Space Flight Center, no projeto de monitoração de impactos lunares temos um interessante esforço colaborativo: é possivel baixar um software, colocá-lo para analizar imagens oriundas de seu próprio telescópio e encontrar impactos lunares.

Claro que não dá para batizar o impacto como batizamos asteróides e acidentes geográficos, mas nem por isso deixa de ser interessante participar. Ter seu nome oficialmente reconhecido pela NASA como descobridor de um evento cósmico garante Direitos Geek de Esnobar os amigos por meses seguidos.

Pena que não tenho um telescópio decente.

Fonte: NASA

relacionados


Comentários