Meio Bit » Baú » Ciência » Microsoft WorldWide Telescope - O Carl Choraria

Microsoft WorldWide Telescope - O Carl Choraria

Eu não cheguei a chorar, como a franga do Scobble, ao ver o Microsoft WorldWide Telescope, mas fiquei impressionado com a grandiosidade do projeto. Imagine um software que usa terabytes de dados astronômicos, das mais diversas formas, integrados de forma transparente. Podemos passear pelo céu inteiro!

13/05/2008 às 21:25

Eu não cheguei a chorar, como a franga do Scobble, ao ver o Microsoft WorldWide Telescope, mas fiquei impressionado com a grandiosidade do projeto.

Imagine um software que usa terabytes de dados astronômicos, das mais diversas formas, integrados de forma transparente. Podemos passear pelo céu inteiro, visualizar objetos distantes (ou detalhes da própria Terra, até o nível do chão, ele integra com o Virtual Earth Streets).

Podemos brincar de Visão do Predador, mudando a faixa de ondas, vendo os objetos em luz visível, infravermelho, raios-x, ultravioleta ou mesmo raios gama.

telescopio1

É possível observar o céu da Terra, em tempo real e/ou avançar no futuro ou no passado.

Se você tiver um telescópio com interface ASCOM, pode colocar o WorldWide Telescope para controlá-lo. ASCOM é um padrão para controle de telescópios aberto,livre e desenvolvido pela comunidade. Daquele tipo que os freetards gostam de dizer que a Microsoft não usa.

O pulo do gato aqui não está no banco de dados, mas nas características de integração com outros usuários. Você pode se unir a comunidades, como a da revista Astronomy, na primeira rede social intergalactica.

telescopio2

Panorâmica da cratera Victory, em Marte

O recurso que professores irão AMAR é a capacidade de criar apresentações. Imagine um Lotus ScreenCam para as Estrelas, um PowerPoint Intergalactico.

Supernovas, Matéria Escura, buracos negros, eventos cósmicos, a Corrida de Kessel, está tudo lá. As apresentações estão separadas por temas, e não são feitas por qualquer zé-mané. Ao passar o mouse sobre cada uma, temos uma breve biografia do autor.

telescopio3

As apresentações contam com voz, música e animação, gráficos específicos, você escolhe.

Aliás escolhe mesmo. Pode usar o programa para fazer suas próprias apresentações, e disponibilizá-las no site do WorldWide Telescope.

Eu espero sinceramente que os herdeiros de Carl Sagan reciclem alguns dos materiais de Cosmos em apresentações do WWT.

Para um geek está sendo um paraíso brincar com o programa. Coloquei a maravilhosa trilha de Vangelis para a Série Cosmos e perdi apreciei o dia inteiro, navegando pelo Universo.

Perto do WorldWide Telescope o Google Sky é pouco mais que um catálogo de fotos.

O programa exige uma boa conexão (com 1 Mbit/s ele está funcionando direito), roda em Windows, tem 20 MB e pode ser baixado diretamente daqui.

relacionados


Comentários