Meio Bit » Baú » Hardware » Aranhas-robô, sensores remotos. Só falta Tom Cruise

Aranhas-robô, sensores remotos. Só falta Tom Cruise

04/05/2008 às 19:52

Pelas barbas de Xenu, e você achava que Minority Report era ficção. Não mais.

Uma das melhores cenas do filme, fora quando Tom Cruise inventa o Microsoft Surface é quando os soldados do PreCog investigam um prédio, enviando dezenas de aranhas-robô escaneando a retina de todo os moradores. Até então esse era um futuro temido mas distante. Só que os militares não pensam assim.

A empresa inglesa BAE Systems está desenvolvendo aranhas, insetos e cobras-robô que investigarão locais perigosos em situações de combate, evitando colocar soldados em risco desnecessário, enviando informações de sensores e vídeo em tempo real para um receptor de pulso.

O desenvolvimento está sendo bem acelerado. A idéia é que até o final do ano protótipos já estejam nas linhas de frente, incluindo insetos voadores que procurarão por soldados inimigos, além de detectar armamento nuclear, químico e biológico. O contrato inicial envolve 14 milhões de Libras Esterlinas, e foi assinado com o exército dos EUA.

Algo que não foi falado mas com certeza foi cogitado: Assim com as aranhas do Tom Cruise esses robôs da BAE muito provavelmente poderão ser equipados com armas. Se for para mandar um enxame de insetos robôs voadores para o QG inimigo, nada mais lógico do que mandar insetos venenosos.

Já as aplicações civis, bem... imagine soltar uma aranha dessas para vagar pelos canos de esgoto das casas, matando baratas. Seria o máximo! Se fizerem com controle-remoto será o esporte das multidões!

Fonte: DailyMail

relacionados


Comentários